Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

julho 08, 2014

“O Dilema – A Solidão e Ansiedade do Homem Moderno”.

              “O Dilema – A Solidão e Ansiedade do Homem Moderno”.

          O Livro que tem como título: “O Homem a Procura de Si Mesmo”, de Rollo May, trata de temas que são importantíssimos para os nossos dias. O “Nosso Dilema – A Solidão e Ansiedade do Homem Moderno”, (P. 12-13).
             Vivemos em uma sociedade em que muitas pessoas, mas muitas mesmo, vivem dilemas tremendos. Os consultórios dos psicólogos, dos psiquiatras, dos médicos neurológicos nunca estiveram tão cheios como em nossos dias. Quais são os principais problemas interiores de nossos corações? Quais são os nossos conflitos interiores que nos traz tantos dilemas, ansiedade e solidão? É a Infelicidade, a incapacidade para tomar as decisões básicas da vida, sobre casamento e carreira profissional; daí vem o desespero generalizado, falta de objetivo na vida.


             Percebemos uma sociedade infeliz, incapacitada para tomar decisões; quando toma decisões, toma decisões precipitadas, erradas, sem avaliar, sem lavar em consideração as consequências. Daí sofre, desilude, desespera. Vêm as mazelas. Corrupção, violência generalizada. Imoralidade em todas as camadas sociais. Uma vida com Deus superficial; em busca das bênçãos de Deus sem um compromisso com o Deus das bênçãos.
            As pessoas estão no meio da multidão, todavia solitárias, tomadas de ansiedade, insegurança, medo que evolui para pânico. Problemas, sentimentos que se arrastam por décadas. Como Otto Rank percebeu na década de vinte do século XX como “os sentimentos de inferioridade, incapacidade e culpa” (P. 13) que dominavam a população dos USA, o que está acontecendo no Brasil. Na década de 30, do Século XX, Karen Horney observou “a hostilidade entre indivíduos e grupos, muitas vezes unida ao espírito competitivo”, (P. 13), o que ainda predomina em nossa sociedade pós-moderna.

             “GENTE VAZIA” VIVENDO NA SOLIDÃO


              Os problemas fundamentais do homem detectados no meado do Século XX é o vazio interior, da alma. Um vazio existencial. As pessoas não sabem o que quer com nitidez. Não sabem o que sente. São confusas quanto os seus sentimentos. As pessoas estão ocas, vazias; por isso vagam, oscilam de um lado para outro. De igreja em igreja. De modismo em modismo, em busca de preencherem esse vazio, o que não conseguem, porque só o Senhor Jesus pode preencher o vazio que há dentro de nós, em nossas almas. “Esperam que o cônjuge atual ou futuro preencha uma falta, um vácuo no seu íntimo e ficam ansiosos, zangados quando ele ou ela não o consegue” (P.13) preencher, atender as expectativas; daí a troca de parceiros, de parceiras regularmente. Além da busca para preencherem o vazio nos estimulantes psicotrópicos, nas drogas e etc.
             Jovens que são mães de vários filhos em que cada um é de um pai diferente. Bem como homens jovens pais de vários filhos em que cada um é de uma mãe diferente sem condição de sustentar ou pagar uma pensão, recaindo a responsabilidade sobre os avós criarem os netos. O anormal está se tornando normal. São pessoas que vivem, não em função de uma causa nobre; em função da sociedade; em função da família; em função de Deus; mas vivem em função do modismo, de coisas fúteis, passageiras, sem valor perene; em função de seus gostos, desejos, prazeres e amor que pensam que amam; vivendo em meio a multidão, mas solitárias.



              A TRISTE CONSTATAÇÃO:

              Rollo May cita a triste conclusão que alguém chegou a confidencia-lo na seguinte frase: “Sou apenas uma coleção de espelhos refletindo o que os outros esperam de mim”, (P.13). As pessoas de um modo geral não vivem pelos seus planos, seus objetivos; vivem em função dos outros; se comparando com os outros, competindo com os outros, se sentindo fracassados em relação aos outros. Vivem como as ondas, as marolas do mar que vão e vem na direção em que o vento assopra. Não há como serem felizes vivendo dessa maneira. Pessoas sem Perspectivas e sem futuro.

               O QUE EXPLICA ESSE COMPORTAMENTO?

               É porque ainda não superaram os recalques, os traumas, as frustrações no decorrer da infância e adolescência. Falta consistência. Falta uma boa base familiar. Falta uma experiência radical com o Senhor Jesus Cristo.
              Quero convidar você que já buscou em tantas coisas preencher o vazio que há dentro de você, no entanto ainda não teve um encontro radical com o Senhor Jesus, deixe o Senhor Jesus renovar o seu interior. Faça isso agora!

              Pr Flávio da Cunha Guimarães

Bibliografia:

1 - MAY, Rollo. O Homem à Procura de si Mesmo. Tradução de Áurea Brito Weissenberg. 1982, Ed. Vozes. 9ª Ed, Petrópolis/RJ, 230 p, p. 13-14.

2 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com

3 - Todas as fotos foram extraídas de: https://www.google.com.br/search?
q=imagem+de+pessoa+solit%C3%A1ria&newwindow=1&safe=active&rlz=1C1KMZB_enBR591BR591&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=AEu_U_WjHYapsATD1YHYCg&ved=0CAYQ_AUoAQ&biw=1366&bih=667#imgdii=_ , Em 10/07/2014.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

FALE CONOSCO

Nome:


Email:


Assunto:


Mensagem:


PAZ VERDADEIRA SÓ EM JESUS! Jo. 14:27 "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou..."