Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

abril 29, 2014

POR QUE CONVERSARMOS SOBRE O CORPO?

         POR QUE CONVERSARMOS SOBRE O CORPO?


         Em (I COR. 6:12-13,18-20) Nos diz:
         “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. [...] Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o Sr, e o Sr para o corpo”.
         “Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus”.

         Há dois domingos conversamos sobre VALORIZANDO O SEU CORPO.
         HOJE: POR QUE CONVERSARMOS SOBRE O CORPO?
         Porque tem aqueles ou aquelas que valorizam tanto os seus corpos, que gastam uma nota, uma quantia considerável com academia, com produtos de beleza, com cirurgias plásticas porque estão preocupados/preocupadas com a aparência exterior; tornam-se escravas do modismo, das propagandas, do padrão de beleza imposto pela mídia, pela sociedade.
         Quem pode esnoba, despreza, sente-se superior a quem não pode. Quem não pode gastar com academia, com produtos de beleza, sente-se menosprezado(a), diminuído(a), humilhado(a). Daí uma sociedade de classes, dividida, conflitante que as vezes hostilizam-se.
         Por outro lado, as classes, tanto as que podem, bem como as que não podem, estão pouco preocupadas com a beleza interior, o que Deus quer que nos preocupemos, na verdade, muito mais do que com a estética exterior.
         Gastam uma dinheirama com a estética do corpo, todavia não querem investir no Reino de Deus. Acham que o Reino de Deus aqui na terra é supérfluo; que investir no Reino de Deus é encher barriga de líderes de igrejas.
         O corpo precisa ser cuidado, sim! O Senhor Jesus Cristo quer que cuidemos do nosso corpo, mas sem exagero; que cuidemos do corpo, não só para nossa vaidade, para exibirmos para a sociedade, pelo contrário, que cuidemos do corpo para a glória de Deus.
         O texto lido acima apresenta algumas verdades que vamos conversar:

         1 – A PRIMEIRA VERDADE QUE PRECISAMOS CONVERSAR: O texto fala de uma totaldade, a qual lemos: “glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito”.
         O Senhor Jeová está falando de corpo e de espírito. De uma unidade, de uma totalidade inseparável enquanto aqui vivemos. Só a morte tem o poder de separar o corpo do espírito e o espírito do corpo, para ajuntá-los, uni-los na ressurreição.
         Tudo o que atinge o corpo afeta o espirito. E tudo o que danifica o espírito corrói o corpo.
         Não há como glorificar ao Sr Deus com o espírito, enquanto o corpo está escravo do pecado. Não dá para glorificar ao Senhor Jesus Cristo com o corpo quando o espírito está contaminado com raízes de amargura, de ressentimentos, de inveja, de ódio, com sentimento de vingança; quando o espírito está doente, só pensa em maldade, em pecar, em coisas ruins, isso afeta o corpo! Corpo e espírito, espirito e corpo precisam estar em harmonia. Ambos glorificando a Deus.
         Estão em harmonia o nosso espirito e o nosso corpo? Estamos nós glorificando ao Senhor Jesus Cristo de corpo e espírito?
         A palavra glorificai é um imperativo, portanto é uma ordem, com o sentido de uma ação continua, sem interrupção. Enquanto vivemos glorifiquemos ao Senhor.

         2 – A SEGUNDA VERDADE QUE PRECISAMOS CONVERSAR: Tanto o corpo como o espírito, diz o texto lido, ambos pertencem ao Senhor Jeová. O texto termina com estas palavras: “os quais pertencem a Deus”.
         Se pertencem ao Senhor Jesus Cristo, não podemos fazer o que queremos sem darmos satisfação ao dono que é o Senhor Jesus; mas fazermos somente o que o Senhor Jesus Cristo quer e nos permite fazermos.
         É por isso que há duas coisas importantes na vida do cristão: Uma é a oração para estarmos em plena comunhão com o Senhor, daí o seu Espírito Santo, que habita no salvo vai direcioná-lo para fazer o que é certo. A outra é a leitura de maneira compreensiva de sua Palavra para sabermos o que o Senhor Jesus quer, o que Ele pede de nós. Para sabermos o que podemos e o que não podemos fazer. O que é certo e o que é errado. Na verdade é um diálogo entre a criatura e o Criador, entre o Deus Criador e a criatura, que somos nós.

         Para terminar:
         Em se tratando de pertencermos ao Senhor Jesus, temos nós verdadeiramente este sentimento de pertencermos ao Senhor?
         O sentimento de pertencer não dá vontade de se separar, de estar distante, de fazer o que não Lhe agrada, sem prazer, sem ser feliz. O sentimento de pertencer faz aproximar, estar juntos, agradar um ao outro, de fazer parte da vida um do outro.
         Estamos nós fazendo somente a vontade do Senhor Jesus? Ou estamos forçando a barra e dizendo que é da vontade de Deus Pai, quando na verdade é a nossa vontade que está prevalecendo? Pense no que conversamos hoje e faça as suas escolhas. Mas fique sabendo que somos responsáveis pelas nossas escolhas.

         PR FLÁVIO DA CUNHA GUIMARÃES

         Bibliografia:


1 - Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.
2 - Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. 1978, São Paulo.
3 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.
4 - Bíblia de Promessas. Tradução João Ferreira de Almeida. RC. 2ª Edição, Co-edição JUERP e King's Cross Publicações, 2009.
5 - RIENECKER, Fritz e Cleon Rogers. Cheve Linguistica do Novo Testamento Grego. Trad. De Gordon Chown e Júlio Paulo T. Zabatiero. 1985, Ed. Sociedade Religiosa Edições Vida Nova, São Paulo, 639 p.
6 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com

ESTAMOS NÓS PREPARADOS?

         ESTAMOS NÓS PREPARADOS? 

         Fico imaginando, pensando e analisando o privilégio grandioso que o Senhor Jeová nos dá de completar mais um ano de vida, o que muitos não tiveram este privilégio, porque partiram desta vida novos, crianças como o menino Bernardo Boldrini, jovens, adultos que poderiam viver muitos anos, mas não puderam viver, a vida foi interrompida.
        Um caso recente, sábado, dia 19 maio, o Luciano do Valle, 66 anos, narrador esportivo conceituado, bem sucedido e cheio de sonhos. Saiu de SP para Uberlândia/MG, passou mal no avião, pediu atendimento médico, foi para o hospital e não sobreviveu.
        A vida é bela, é maravilhosa, mas é traiçoeira. Ninguém sabe quando vai partir. Só sabemos que vamos partir um dia. Por isso que é preciso, é importante andarmos em dia com as nossas vidas, com os nossos negócios, com a nossa família, com Deus, salvo pelo o Senhor Jesus Cristo, pois se formos tomados de surpresa, não será surpresa para nós, pois sabemos para onde estamos indo, com a firme esperança que estaremos com o Senhor Jesus Cristo eternamente.
        Para estarmos em dia com Deus, somente através da fé em Jesus Cristo, e somente em Jesus Cristo, porque só Ele morreu em uma cruz, ressuscitou dentre os mortos para nos salvar, para nos garantir a vitória sobre a morte. Ninguém mais fez isso por nós!
        Se sua vida não está certa com Deus, ainda está em tempo, de crer, de aceitar a Jesus Cristo como o Único Salvador e sanar todas as incertezas quanto a vida eterna.

        Pr Flávio da Cunha Guimarães

abril 11, 2014

VALORIZANDO O SEU CORPO!

VALORIZANDO O SEU CORPO! 




        O nosso texto está em (I Cor. 6:12-13,18-20 que diz:
        “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. [...] Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o Sr, e o Sr para o corpo”.
        “Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus”.
        Estamos vivendo um tremendo contraste entre o ensinamento bíblico e o que se ensina através da mídia, das propagandas e a cultura social de um modo geral.
        Estamos vivendo o tempo de supervalorização do corpo, o culto ao corpo.
        É muita gente ajoelhando-se, isto é, aderindo a idolatria de adorar o corpo.
        O culto à estética do corpo está contribuído para a transformação do indivíduo em objeto. Coisificando os adeptas ao modismo. E é aí que está o “X” da questão, as pessoas que estão aderindo a tal comportamento não percebem que estão sendo usados como objetos, como uma coisa descartável, como um simples consumista.

        Somos “Livres ou escravos da beleza?”
        “Os padrões de beleza criam pessoas ansiosas para que sejam consumistas” denuncia o psicólogo Élisson. (Extraído de: http://destrave.cancaonova.com/livres-ou-escravos-da-beleza/, Em 03/04/2014.

        A minha preocupação está em que muita gente tornou-se escrava, objeto do modismo; pessoas manipuláveis, reprodutoras de estereótipos e não conseguem enxergar isso.

        Para atenderem o padrão estético de beleza imposto pela moda, pela mídia e pelas propagandas de produtos de beleza, tem aqueles que fazem regimes absurdos, sem orientação médica; chegando a anorexia, uma magreza esquelética, desnutrida, anemia, adquirindo doenças e sequelas irreversíveis, o que desagrado ao Senhor Deus.
        Há uma valorização do corpo, porém de maneira vaidosa, exagerada, provocativa, sensual com a intenção de agradarem a sociedade, o meio em que vivem, e pouca preocupação em agradarem ao Senhor Deus; logo estão entristecendo o criador, o doador e sustentador do corpo, que é o Senhor Deus.

        A Palavra de Deus diz que a vaidade aflige o espírito do ser humano. Vemos isso em (Ec. 1:14) “Atentei para todas as obras que se fazem debaixo do sol, e eis que tudo era vaidade e aflição de espírito”.
        Todos os vaidosos são inquietos, tem aflição de espírito como diz o texto bíblico acima.
         Tudo o que é feito para provocar a sensualidade, constitui-se em pecado.
         Os modistas quanto ao vestuário, sempre dão um toque de sensualidade; e tem aqueles que fazem questão de se vestirem de maneira sensual, provocativa, as vezes, até escandalosa, sem perceberem que estão de maneira brega. É isto mesmo! Quem se expõem de mais ao se vestir, torna-se brega.
        A palavra sensualidade significa “Lubricidade, volúpia, lascívia, luxúria; sensualismo”. "Grande prazer sexual", Dicionário Aurélio, Online.
        São pessoas que não dão o devido respeito pelos seus próprios corpos.
        Se vestem de maneira escandalosa, roupa de menos, tornando-se vulgarem para chamar a atenção para si e aparecerem.
        O Senhor Deus não quer esse tipo de valorização do corpo; a valorização que o Senhor Jeová quer contradiz, choca-se o modismo de nossa sociedade.
        O objetivo da sociedade em geral, é totalmente contrário o que o Senhor Deus planejou e deseja para nós.
        Vamos pensar como estamos nos vestindo se agradamos o Senhor Jeová ou a nós mesmos, vamos fazer uma auto análise, se estamos cuidado do corpo para o Senhor que nos deu ou a nós mesmos.
        Vamos cuidar de nossos corpos para que o nome do Senhor Jesus seja honrado, louvado e glorificado em nossas vidas.
        Pr Flávio da Cunha Guimarães.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

FALE CONOSCO

Nome:


Email:


Assunto:


Mensagem:


PAZ VERDADEIRA SÓ EM JESUS! Jo. 14:27 "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou..."