outubro 08, 2019

OS IMUNIZADOS ESPIRITUAL

OS IMUNIZADOS ESPIRITUAL AUTOR: Pr Flavio da Cunha Guimarães
ABSTRACT

The Devil has given no respite to the Lord Jesus, nor will He give to the flawed and weak human being, for He respects no church sign and titles of religious leaders, but only the Lord Jesus Christ. Since the Lord God is life, the source of life and life is eternal, therefore life will not be destroyed. This life the Devil has too. Thus it will not be destroyed, but vanquished and cast into the lake of fire and brimstone to eternal torment, Revelation 20:10.

O Diabo não deu trégua nem para o Senhor Jesus, consequentemente não dará também para o ser humano falho e fraco, pois ele não respeita placa de igreja e títulos de líderes religiosos, mas somente o Senhor Jesus Cristo. Sendo o Senhor Deus a VIDA, a FONTE de vida e a vida é ETERNA, logo, a vida não será destruída. Vida essa que o Diabo também tem. Sendo assim, não será destruído, mas vencido e lançado no lago de fogo e enxofre, para o tormento eterno, Apocalipse 20:10.

Vivemos em meio a sociedade e em um tempo, que é preciso imunizar contra uma série de epidemias e doenças, que têm flagelado a humanidade em todas as partes do planeta. Por isso que é importante as vacinações em campanhas em nosso país. Mas é interessante observar, também, que com a vacinação vai-se extinguindo algumas epidemias, mas outras aparecem e algumas voltam com mais resistência e matando muito mais. O que contribui para isso? A falta de conscientização para a vacinação? O estilo de vida das pessoas em geral? O uso indevido de medicamento em automedicação? Em nossa grande ignorância quanto a isso, pois não temos conhecimento suficiente, porque não é a nossa área e não temos conhecimento técnico, o bastante, para respondermos tão complexo tema. Portanto, deixaremos a abordagem para aqueles que dominam tal tema. Queremos falar, porém, de outros males que tem assolado a população mundial, em particular, a brasileira que precisa vacinar contra a:

HIPOCRISIA

A palavra hipócrita vem do grego, ὑποκριταί, que nada mais é do que falsidade, fingimento, ator teatral que induz ao fraude moral e religioso. Que infelizmente não existe vacina fabricada em laboratório, no mundo inteiro, para a hipocrisia, a falsidade, os mentirosos, os desonestos e os corruptos. Assim sendo, não fica difícil fazermos uma ligação que tais atitudes tem ligação com aquele que é a personificação do mal, que é Lúcifer e é por isso que a Bíblia diz: “Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno”, (I João 5:19). Daí que podemos entender o porquê a sociedade está tomada de tanta violência, maldade, imoralidade e desamor. Mal esse personificado na pessoa do Diabo que é o enganador, acusador e caluniador, que é chama também de “Abadom e Apoliom”, (Apocalipse 9:11). Belzebu (Mateus 12:24). Belial (II Coríntios 6:15). Maligno ((Lucas 8:2), Satanás (Lucas 10:18 e Apocalipse 20:2). O Diabo é o espírito supremo do mal e da injustiça, que se opõe ao bem, por isso que Jesus Cristo, na oração modelo, ensinou a pedir ao Pai que nos livre do mal, (Mateus 6:13). Portanto, isso implica em compromisso de quem pede livramento do mal de também não procurar o mal e não envolver-se nele.

O DIABO É REAL

Tem muita gente que por falta de conhecimento ou por ignorância espiritual, nega a sua existência, Ele existe e é real, não só porque a Bíblia relata, mas porque vemos a sua atuação na vida prática da sociedade e de pessoa individual, usando de maneira escancarada os homens e mulheres nos ataques terroristas, matando inocentes e indefesos. Nos sequestros com mortes. A matança em massa em nossa sociedade por causa de drogas, assaltos, dinheiro e ciúme doentio nos relacionamentos afetivos. Liberou geral a matança. Uma violência impiedosa que contagiou principalmente o Brasil e uma corrupção endêmica que atingiu todas as camadas sociais, todas as instituições política, judicial, executiva e religiosa do país. Mal esse que se chama pecado que leva o ser humano a transgredir as leis divinas, os mandamentos do Senhor, como vemos em (Gênesis 3:1-14). Todo o mal praticado hoje, nada mais é, do que o pecado dominando a vida da humanidade, até daqueles que se dizem religiosos, pois o Diabo não deu trégua nem para o Senhor Jesus, consequentemente não dará também para o ser humano falho e fraco, pois ele não respeita placa de igreja e títulos de líderes religiosos, mas somente o Senhor Jesus Cristo.

Pois bem, fizemos essa introdução longa para falar do mal real que atinge a todos, para tratarmos da nossa proposta que é falarmos daqueles que se acham imunizados contra o mal, ou pelo menos querem demonstrar que vivem imunizados contra o mal, com um suposto poder espiritual mágico que os livra de qualquer mazela que tem detonado vidas e famílias. Até usam jargões como: “Está repreendido em nome de Jesus”. “Está quebrada a maldição de sua vida em nome de Jesus”. “Satanás está amarrado em nome de Jesus”. Pela quantidade de “Pastores, de crentes” e pelos anos, que são muitos, quebrando maldição, amarrando e repreendendo Satanás, era para o Diabo não estar agindo ainda e não haver mais mal na terra, todavia o que vemos é que Satanás continua agindo nas mesmas vidas daqueles que passaram pelas “sessões de descarrego”, na vida dos familiares daqueles que quebram a maldição, amarram e repreendem a Satanás. Pela quantidade daqueles que praticam tais mágicas e daqueles que recebem, já é tempo de não ter ninguém ainda precisando ser repreendido, quebrada a maldição e Satanás ser amarrando, pois a fila de pessoas já deveria ter se esgotado. Para mim há alguma coisa incoerente, ou existe uma multidão de milhões de milhões de Demônios incontáveis, intermináveis e multiplicando-se, ou os jargões não tem o poder de deter a ação demoníaca coisa alguma e que não passam de enganações. Concluímos, pois que, ou há capetas demais ou há poder de menos nos imunizadores. Pela quantidade de pessoas amarrando Demônios e pelos longos anos que vem amarrando, já não existiria mais demônios para serem amarrados e ninguém precisando. O mal já estaria exterminado da vida humana. Mas o que vemos é o mal aí vivo e em cores, atuando cada vez mais. Logo, é uma tremenda enganação o que dizem por aí. O mal maior está dentro de cada pessoa, os ressentimentos, rancores, ódio e sentimento de vingança, que a cura é vem mediante um encontro da pessoa com Jesus Cristo, sendo regenerado e nascendo de novo, João 3:3,5,7.

O QUE PENSAMOS?

Preferimos pensar que, o homem por muito espiritual que seja, não tem poder de amarrar, de deter e nem exterminar o mal, apenas exorcizar os espíritos maus pelo nome e o poder de Jesus Cristo. Senão, vejamos o que o Senhor Jesus disse aos discípulos em Mateus 17:21. Esse determinismo que os líderes de seitas usam: "Eu determino que o Diabo não fará mal a sua vida", não fará se o crente não der lugar a Ele. O Discípulo, Pedro, ao dar lugar ao Diabo ele sapateou na vida de Pedro. Dizem: "Você é filho(a) de Deus, exija DELE a sua vitória e a sua bênção, porque Ele é obrigado a lhe abençoar como filho DELE". Deus não tem obrigação nenhuma para com ninguém, Ele é soberano e é livre para agir ou não agir, abençoar ou não abençoar! Ele livra do mal, abençoa e dá vitórias, por amor, por misericórdia, pela graça e pela sua bondade infinita, jamais por obrigação moral. Nem mesmo o Senhor Jesus Cristo destruiu os espíritos maus até o presente momento, ainda que Ele tem poder para isso. A ação de Cristo sobre Satanás se dará em amarra-lo por mil anos, Apocalipse 20:1-2, que depois será solto, para ser vencido e lançado no lago de fogo, que é prerrogativa do Senhor Jesus e que só se dará no julgamento final, Apocalipse 20:10. É uma questão escatológica que não é o nosso objetivo aqui tratarmos nesse poste. Sendo o Senhor Deus a vida, a fonte da vida e a vida é eterna; logo, a vida não será destruída de ninguém. Vida essa que o Diabo também tem, ainda que para a prática do mal, sendo assim, não será destruído, mas vencido e lançado no lago de fogo e enxofre, para o tormento eterno, Apocalipse 20:10.

COMO VIVEM OS IMUNIZADORES DO MAL?

Salvo as exceções, pois não podemos, de maneira alguma, colocar todos como farinha do mesmo saco, são os imunizadores contra o mal que mais tem sido atacados pelo mal por dois motivos principais: 1 – Porque invocam por demais o nome do Diabo e até gostam que Ele faça um showzinho em seus templos, com direito a entrevista e etc. 2 – São “crentes” com pouco conhecimento bíblico, que se apegam a textos isolados, portanto, o texto vira pretexto e que necessitam de reconhecimento de que e aplausos de plateias. Sem estrutura espiritual, as vezes, apesar do fervor, jejuns e orações nos montes, que são levados por ventos de doutrinas. É o tipo de pessoas que gostam de bajulação, de serem notados, admirados, glorificados pelos homens e de fama. É o tipo de “crente” turista religiosos que passam de denominação a denominação, em busca de maior privilégio, reconhecimento e títulos, pois alguns ostentam o título de pastor como status. Tais pretensões produzirão,

RESULTADOS E CONSEQUÊNCIAS

1 – Esse falso poder espiritual distorce a fé dos fieis menos avisados, que procuram essas igrejas imunizadoras para neutralizarem, não só o mal promovido pelo maligno que reina e sapateia na vida das pessoas, como dentro de seus lares os vícios que não deixam de ser uma maneira, uma arma do inimigo agir para destruir vidas e famílias, também os viciados e as drogados são males que ninguém destrói, a não ser o Senhor com seu poder. Os cônjuges com questões emocionais de infância e adolescência, mal resolvidas, bem como o próprio mal que há dentro de cada um de nós, que o Apóstolo Paulo fala em (Gálatas 5:17), que há uma luta interna dos desejos carnais contra o espírito, que fazem com que as pessoas busquem fórmulas que nem sempre funcionam, que fazem das pessoas, ainda que sinceras na busca de solução, viverem frustradas espiritualmente e com um sentimento de culpa, porque não conseguem vencer o mal presente todos os dias em suas vidas e dentro de seus lares, daí sentem-se derrotados pelo mal e por acharem que não têm uma vida com Deus que é capaz de destruir o mal que há dentro de seu lar e de si mesmo, aí vivem uma vida de frustrações.

2 – Esse falso poder espiritual aliena os fiéis do mundo real. Acreditam demais nos “poderosos espirituais” e nos políticos corruptos e ao mesmo tempo são inocentes acreditando em promessas infundadas por falta de conhecimento do que se passa no país quanto a imoralidade, a corrupção, a violência, a política e não interessam em saber, porque são orientados pelos seus mentores espirituais que é assim mesmo. Que a Bíblia já prevê e que, portanto, está se cumprindo. Faltam-lhes uma mente critica quanto o verdadeiro sentido da vida. Preferem viver infelizes e esperançosos na destruição do mal para encontrarem a felicidade, por isso continuam sofrendo e dominados pelo medo. Medo de sofrer mais, medo de perder a salvação, medo de perder o “Bolsa Família”, por isso que votam em políticos corruptos, sem saberem que o mal não se manifesta só através do Diabo em pessoa, mas também manifesta-se através de meios sociais e pessoas, o que já citamos acima. Creiamos no poder espiritual, mas não sejamos inocentes que o poder espiritual é a solução para todas as espécies de males. Jesus Cristo tinha e tem todo o poder espiritual, mas não destruí todo o mal e recomendou os seus seguidores o que está em João 16:33. Há três maneiras de vencermos o mal neste planeta: 1 - Venceremos o mal externo quando chegarmos a morte. 2 – Quando todos os seres humanos arrependerem de seus pecados, aceitando a Jesus Cristo como Salvador e nascerem de novo. 3 - Quando aceitamos a Jesus Cristo como Salvador, o mal interno que há dentro de cada um de nós, deixará de existir e daí damos a nossa contribuição para um mundo melhor!

3 – Os cristãos sem uma experiência marcante com Jesus Cristo e sem conhecimento real o que é a vida com Cristo aqui, vivem uma passividade, uma indiferença quanto ao mundo real em seu redor. Um certo conformismo, comodismo e até justificam o porquê: “O mundo é assim mesmo”. O mundo é assim mesmo, mas não era para ser assim, principalmente o nosso mundo interior! Deus não criou o mundo e todos os seres viventes para serem assim! Está assim, exatamente, porque a humanidade está dando lugar para Satanás agir na vida de cada um! Se não houvesse humanidade decaída e má, não haveria mal algum no mundo!

4 – Se por um lado buscam nas igrejas imunização contra o mal, que até fazem propaganda na TV e em minha cidade os carros de som passam anunciando e uma igreja competindo com a outra, em que as pessoas indo a tais igrejas, ou a elas pertencendo, todos os problemas serão resolvidos, ou solucionados, "Jesus garante", o que nem sempre os problemas são solucionados. As pessoas precisam saber que na igreja elas encontrarão subsídios para aprenderem conviver e administrarem os problemas, o que Deus disse ao Apóstolo Paulo em (II Coríntios 12:7-10). Vivem em meio ao mal sem entenderem o porquê do mal. Vivem diante das pessoas como se o mal não existisse para elas ou totalmente submissas e derrotadas pelo mal. Com isso vivem um paradoxo entre superar, tolerar, vencer e derrotar o mal, mas não sabem como e nem podem superar todos os males, porque não tem fórmulas mágicas, a fórmula é Jesus Cristo em nossas vidas, mesmo assim não vence-se todos os males.

5 – Ninguém está livre do mal. O mal está aí ceifando vidas. Nem os grandes homens de Deus ficaram livres do mal. Nem mesmo o Próprio Senhor Jesus foi poupado pelo o Diabo, (Lucas 4:1-13). No final do V.13 diz: “ausentou-se dele por algum tempo”. Isso indica que oportunamente Ele voltaria como de fato voltou. O consolo nosso é que em (Mateus 4:11) diz que, depois que o Diabo se ausentou de Jesus os anjos chegaram até Jesus e o serviram, o que acontece conosco também. Jesus Cristo mesmo alertou em (João 16:33) “No mundo tereis aflições”, mas em meio as aflições e males os anjos estão a nos servir. Precisamos entender que o Diabo usa pessoas para nos atacar, por causa de Cristo e o Senhor Jesus diz que o mundo nos odeia por causa DELE, (João 15:19), logo, afastando-se dessas pessoas, que são usadas pelo Diabo, já estamos eliminando algum sofrimento e males de nossas vidas. Os crentes verdadeiros serão perseguidos por causa de Cristo, (João 15:20). As perseguições são inevitáveis, o que o Apóstolo Paulo afirma em (II Timóteo 3:12). Perseguições que vem de fora e de dentro das igrejas. É triste, é dolorido e é até revoltante, mas tem aqueles que estão dentro das igrejas e que são instrumentos de Satanás para fazer o povo de Deus sofrer e trazendo males aos demais. Quando Jesus Cristo disse em (Mateus 16:24-26), “Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?” Ele estava dizendo que seguir a Cristo é negar a si mesmo, e, negar-se a si mesmo é abrir mão de quem somos neste mundo e para o mundo. Tomar a cruz é a disposição em passar o que Jesus Cristo passou. É sofrer o que Jesus Cristo sofreu. É seguir a Cristo é perseverar NELE, mesmo que a vida esteja adversa, em tribulação e em sofrimento. Jesus Cristo é o maior e o melhor exemplo do que estamos dizendo. Ele negou o ser igual a Deus-Pai e sua glória. Abriu mão do que era, o que lemos em (Filipenses 2:5-11). Jesus Cristo não precisava sofrer o que sofreu, passar pelo mal que passou, mas tudo fez para que tenhamos uma melhor compreensão do que a vida aqui e com Ele. Entender o mal neste mundo, conviver com ele e vencê-lo, não basta ser só religioso, é preciso uma experiência profunda com Jesus Cristo, o que o Apóstolo Paulo teve no caminho de Damasco, Atos 9.

CONCLUINDO

De acordo com (Atos 14:22), o entrar no Reino de Deus está reservado para os que perseveram na tribulação, no sofrimento diante do mal e não aos que repreendem e amarram o Diabo. Não há como negar, fazer de conta que o sofrimento não existe. Ninguém está imunizado. O que nos consola são as promessas de Deus de que venceremos [...] “O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã”, (Sal. 30:5). Isso significa que o sofrimento não é para sempre para os que estão em Cristo. Jesus Cristo diz em (João 16:33) [...] “no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” e em Cristo nós também venceremos. Em (I João 5:5) Ele diz: “Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?” Vencer o mundo não é estar livre de todos os males desta vida aqui, mas é vivermos vencendo os males de cada dia para a vitória final quando a morte nos levar ou Jesus Cristo nos chamar a sua presença no arrebatamento. E em (Mateus 28:20) Jesus diz: [...] “e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”. Isso não é suficiente?

Pode ser que interesse por conteúdo semelhante: Lidando Com os Acontecimentos Adversos, Click aqui

Tem sugestão ou crítica? Envie-nos por e-mail

BIBLIOGRAFIA

1 - Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.

2 - Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. 1978, São Paulo.

3 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.

4 - MOULTON, Harold K. Léxico Grego Analítico. Trad. Everton Aleva de Oliveira e Davi Miguel Manço. Ed. Cultura Cristã, 2007, São Paulo, 460 p.

5 - OLIVEIRA, Marcelo Ribeiro de. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere. 2014. Disponível em: < http://www.baixaki.com.br/download/a-biblia-sagrada-versao-digital.htm>.

setembro 04, 2019

A MÃE DE BOM ENTENDIMENTO

A MÃE DE BOM ENTENDIMENTO
COPYRIGHT Um texto que fala das qualidades de mãe, usando como exemplo a personagem bíblica, Abigail, mulher sábia, perceptível e prudente para evitar o mal a sua família.

Todas as mãe devem ter bom entendimento. É uma qualidade indispensável, não só para as mães, mas para todos os seres humanos. E o que é bom entendimento? Bom entendimento é definido pelo dicionário Aurélio on-line da seguinte maneira: “Faculdade de compreender, de pensar ou de conhecer. Juízo, opinião. Combinação, acordo, ajuste”.

Abigail era uma mulher e mãe que reunia essa qualidade, além da qualidade de apaziguar e conciliar partes conflitantes, que fora o caso de seu esposo, Nabal e o Rei Davi. A história completa pode ser lida na Bíblia em I Samuel capitulo 25. Para destacar as qualidades dessa mãe, citaremos o versículo 3 que diz: "E era o nome deste homem Nabal, e o nome de sua mulher Abigail; e era a mulher de bom entendimento e formosa; porém o homem era duro, e maligno nas obras, e era da casa de Calebe".

O significado do nome Abigail é “Meu pai é alegre”. Mas o que nos parece é que ela não vivia uma vida de alegria, pois a descrição de seu marido é a pior possível. O marido, Nabal, tinha o coração “duro e maligno nas obras”. Isso indica que ele era orgulhoso, insensível, ignorante, grosseiro e praticante do mal. Mesmo tendo um marido desse quilate, cremos que a esposa, Abigail, recebeu o alcunha de “mulher de bom entendimento”, porque procurava viver em entendimento com o marido e com a vizinhança em geral. E todas as mães, para serem boas mães elas têm que ter o bom entendimento e procurarem viver alegres, na medida do possível para o bem dos filhos, o que não isenta ao pai de tal qualidade. E no caso de Abigail, para ser coerente com o nome que recebera, ela alegraria, não só o pai, mas a muitas outros pessoas ao seu redor. Todavia, a maior de todas as coerências que uma mãe possa viver, é ser coerente em seu viver com Deus. Vivendo uma vida de fé, amor, paz e de temor ao Senhor. Essa alegria, ela pode ser real ainda que as razões sejam de tristeza quando vivemos pela fé em Jesus Cristo. Abigail com certeza vivia essa alegria por dois motivos: 1 – Porque era temente a Deus; 2 – Porque procurava viver em paz com todos os homens.

AS VANTAGENS DE VIVER ALEGRE

Porque a alegria contribuem para uma boa saúde. Para se ter uma vida longa. Isaías. 17:10, fala da necessidade da alegria ao dizer: "E os resgatados do Senhor voltarão; e virão a Sião com júbilo, e alegria eterna haverá sobre as suas cabeças; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido". Nenhuma pessoa que vive debaixo de maus tratos, triste e infeliz, viverá uma vida longa. Tristeza continua também mata. As mães que vivem tristes, descontentes e amarguradas, elas adoecem mais do que as que vivem felizes. Tem vida mais curta, vivem menos anos, senão vejamos o que diz Prov. 17:22: "O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos". Infelizmente, tem muitos filhos e netos matando suas mães e avós, não com uma arma de fogo ou branca, mas com o viver nas drogas e irresponsáveis. Quantas mães tristes, amarguradas e descontentes porque os filhos as desprezam, desrespeitam e maltratam-nas? Mães que estão morrendo aos poucos e lentamente, numa profunda tristeza por causa de filhos ou netos sem juízo e sem sentimentos! Que conselho daremos a uma mãe que esteja passando por isso? Chame este/a filho/a, este/a neto/a na responsabilidade! Leia a cartilha para ele/a! coloque limites e põe ordem na casa. Não importa a idade desse filho/a ou desse neto/a, mãe e vó não deixam de ser autoridade, não perde o trono e a majestade! Você é autoridade sobre ele/a. Eles lhe devem honra, respeito e bons tratos para a sua felicidade, boa saúde sua como mãe e vó e para a deles também. O Senhor criou você, mãe, não para sofrer, ser infeliz, triste e doente por causa de pirralho. Deus criou você, mãe, para ser alegre, feliz, sadia e com vida longa. Não se contente com migalhas que filhos e netos dão! Não baixe a cabeça para filhos e netos que estão errados. O Senhor é contigo, creia nisso!

MÃE DE BOM ENTENDIMENTO, V.3

A mãe de bom entendimento tem boa percepção. Vê e prevê o mal à vista e antecipa para evita-lo. Abigail era uma mãe de percepção e sábia, sabia discernir o bem e o mal. Quantas mães sem entendimento, sem percepção, sem discernimento e sem sabedoria em nossos dias em um mundo sem Deus! Não são capazes de perceberem o mal enraizado e desenvolvendo na vida dos filhos e netos! Às vezes, fazem todas as vontades dos filhos e netos, não sabendo dizer não, quando os filhos e netos terão que aprender, dentro de casa, a receberem não, porque a vida dirão muitos nãos para eles e as mães cometem esse mal com a melhor das intenções, pensando que estão fazendo o bem e o melhor, quando na verdade não estão. Exemplo: Superproteger e encobrir os erros, a violência, os roubos dos filhos e os pecados deles, achando que isso é o melhor e não corrigem os filhos! Mães manipuladas, chantageadas pelos filhos e netos. Os filhos deitam e rolam, explorando de modo que as mães nem veem, e se veem, fazem vistas grossas! Abrem os olhos, mães! Não se deixam ser enganadas e dominadas pelos filhos! Tem filhos, pirralhos que comandam as mães. Quando as mães quem deveria dar a voz de comando. Os papeis estão invertidos. O mandamento do Senhor é para que os filhos honrarem os pais. É o que encontramos em Efes. 6:1-3: "Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra". Filhos, querem viver uma vida longa, obedeçam e honrem suas mães! Não apresse sua morte para que seja prematura agindo com rebeldia sem causa para com a sua mãe!

MÃE DE BOM ENTENDIMENTO PREVÊ O MAL, I SAM. 25:18-19.

Davi estava no deserto com o seu exército, mandou pedir comida para Nabal, esposo de Abigail, o que ele negou a Davi. Davi revoltado porque defendia, cuidava do rebanho de Nabal, dos pastores de Nabal e protegia-os. Ao ser negado o provento ao rei Davi, o rei pôs em seu coração vingar e exterminar toda a família de Nabal. Imaginemos dois coléricos, enraivecidos e cheios de ódio encontrando-se! Seria desastroso com certeza! É neste momento que entra a mãe entendida, que percebeu o mal que estava para acontecer e entra em ação. Pegou os seus jovens, pães, vinho, ovelhas, trigo, passas, figos e vai ao encontro do rei Davi para fazer as pazes. Quanta sensibilidade e sabedoria dessa mãe de bom entendimento! A mãe entendida, não mede esforços em humilhar-se para promover a paz e a harmonia entre as partes, 25:23, dever esse que era de seu esposo. Ele quem deveria fazer isso. Ela foi ao encontro do rei, desceu do jumento, prostrou-se sobre o seu rosto, inclinou-se até a terra diante de Davi e lançou-se a seus pés. Ato de quebrantamento dela e do coração do rei. Com essa atitude, ela conseguiu apaziguar o coração do rei Davi. Evitou o mau para a sua família. Quantas mães que precisam lançar-se aos pés, não dos homens, mas do Senhor! Para ter entendimento e assim evitar uma série de males para a sua família! Abigail era a mãe de bom entendimento e andava nos caminhos de retidão, e nos caminhos do Senhor. E todas as mães devem andar é o que afirma Prov. 15:21: "A estultícia é alegria para o que carece de entendimento, mas o homem entendido anda retamente". Andar retamente, é andar em conformidade com os ensinamentos do Senhor Deus.

CONCLUINDO:

Você, mãe, tem bom entendimento? Tem evitado algum mal para a sua família? Tem andando na presença de Deus com sinceridade? Queremos convidar você a assumir esse propósito, em seu coração, de ser uma mãe entendida como Abigail, podemos dizer amém ou assim seja!

Autor: Pr Flávio da Cunha Guimarães


Conteúdo semelhante e que será interessar consultar, Click aqui

Bibliografia:

1 - HARRIS, R. Laird; Gleason L. Archer Junior e Bruce K. Waltke. Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento. Tradução de Márcio Loureiro Redondo; Luiz A. T. Sayão e Carlos Osvaldo C. Pinto. 2008, Ed. Vida Nova, São Paulo, 1789 p, p. 235.

2 - Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.

3 - Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. 1978, São Paulo.

4 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.

5 - Bíblia de Promessas. Tradução João Ferreira de Almeida. RC. 2ª Edição, Co-edição JUERP e King's Cross Publicações, 2009.

6 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com

agosto 05, 2019

NEYMAR E SUAS AVENTURAS

VIDA MORAL DE NEYMAR: NÃO VEMOS NADA DEMAIS?
NEYMAR'S MORAL LIFE: WE'RE SEEING NOTHING TOO! Was it worth everything that happened between them? Have you calculated the moral price, the wear and the consequences with all this? And what do we and the media have to do with it? After all, life is theirs and they make it what they want! You need to redirect the way you think ...

A frase: Não vemos nada demais, demonstra um conformismo e um relativismo que caracteriza a maioria de nós, na forma de pensar a respeito de algumas posições, atitudes e comportamentos que muitos famosos e não famosos, têm e fazem, que é o caso do jogador de futebol renomado, o Neymar Junior, em pagar as passagens e as despesas de Najila Trindade, para que eles transassem em Paris, França, em um hotel, e ainda que o fato rendeu-lhe um processo criminal, mal estar para ambos, em serem amplamente explorados e divulgados pela mídia mundial, bem com manchar a reputação deles, expondo a vida particular e íntima de cada um em público. Será que valeu a penas tudo o que aconteceu entre eles? Calcularam o preço moral, o desgaste e as consequências com tudo isso? E o que nós e a mídia temos à ver com isso? Afinal de contas, a vida é deles e eles fazem dela o que quiserem! O dinheiro é dele e ele gasta como quiser! Os nomes a serem zelados são deles, e eles que zelem por eles como quiserem e ninguém tem nada à ver com isso, certo? Certo! Certo? Esse caso de Neymar Junior e Najila Trindade passaria despercebido, se ela não tivesse precisando de grana, é o que nos parece, e se ela ficasse de bico calado. Mas como ele não quis pôr a grana na mão dela, que ela precisava, abriu o bico denunciando ele de estupro e agressão, ainda que tem grandes possibilidades de estar mentindo. Daí deu no que deu, um escândalo em que veio à tona a vida moral, particular e íntima dos dois, o jogo de interesse de ambas as partes, o que rola nos bastidores dos famosos, não famosos e que não são divulgados, em que esse caso nada mais é, o que é corriqueiro e “normal” (se é que poderemos considerar normal) nos bastidores de nossas vidas. Os dois estão nessa pendenga, porque estavam envolvidos em atos em que o Neymar queria alugar, quem sabe comprar, não só o corpo e o prazer que a Najila Trindade podia proporcionar a ele, mas também a sua moral, o seu caráter, o seu corpo e talvez a dignidade dela, oferecendo em troca o dinheiro que ela precisava. O que o dinheiro em tempo de consumismo, os que almejam poder e fama não faz e compra? tudo indica que ela precisava, não de prazer e orgasmo no ato sexual, mas de dinheiro. Todavia, a moral, o caráter e a dignidade, nunca poderão ser negociadas, comercializadas e vendidas. São cousas inegociáveis! Caso como esse acontece todos os dias aos milhares, mas que passam despercebidos porque os envolvidos não são famosos e não chegam a mídia e aos tribunais. Todavia, o tema acima, NÃO VEMOS NADA DEMAIS, às vezes, é usado por muitos que quando estão diante de assuntos ou práticas duvidosas, polêmicas, controversas e de teor moral, como é esse caso de Najila e Neymar, que tem de ser discutido de vários ângulos, que envolve e demanda ética, moral, cultura, os costumes, o comportamento, a religiosidade, a fé e os ensinamentos bíblicos, que como cristãos que somos ou não cristãos, mas temos que ter e assumirmos posição favorável ou contrária, mas que saímos, muitas vezes, pela tangente, com a frase: NÃO VEMOS NADA DEMAIS, o que pode ser chamado de “o politicamente correto” por querer ser neutro. Só que o Senhor Jesus Cristo nunca ficou encima do muro, pelo contrário, Ele tinha, tem e terá posições bem claras e definidas quanto as questões morais e éticas. E como cristãos que somos e seguidores de Cristo, temos que assumir posições que o nosso Senhor assumiu, ainda que temos que pagar o preço como Ele pagou. Quanto a isso é só darmos uma olhada no que o Senhor Jesus diz em Marcos 9:40 e Lucas 9:50.

O CONFRONTO POR NÃO VERMOS NADA DEMAIS

De vez enquanto estamos diante de assuntos e acontecimentos, como os citados acima, que colocam a nossa fé e a fé de outrem a prova, o nosso testemunho e a nossa vida cristã em cheque, visto que dependendo da posição que tomamos, poderá causar escândalo, censura ou até revolta à aqueles que estão ao nosso redor, mas que temos que dar um parecer, uma resposta e é aí que dizemos: NÃO VEMOS NADA DEMAIS, não querendo assumirmos posição, entretanto assumindo, visto que a neutralidade nesses casos não é possível. É o que estamos fazendo neste post, assumindo posição e afirmando que o caso de Neymar e Najila é prostituição, é questão moral, ética e de caráter e é vexatória, com a exposição da vida particular e íntima deles em público. Ao afirmarmos que não vemos nada demais, diante de práticas duvidosas e erradas, estamos dando sinal verde para as pessoas continuarem no erro sem nenhum problema. De maneira que, se é pecado ou caso de crime, nós somos coparticipantes de seu pecado e de seu crime. Ao dizer que não vemos nada demais, estamos dizendo que faremos o que as pessoas fazem, ou ainda que não fazemos, mas que concordamos com o que fazem ou pretendem fazer. Sabemos, entretanto, que o certo e o errado dependerá de ponto de vista, cultura, costumes e religiosidade de cada povo ou região. Mas o certo ou errado não podem ser medidos somente pelo ponto de vista, cultural, costumes e religiosidade, mas por outros parâmetros mais seguros, para sabermos se determinada ação ou atitude é certa ou errada. Esse parâmetro tem que ser a Bíblia, a Palavra eterna do Deus eterno, visto que a cultura, os costumes e a moral mudam no decorrer do tempo e de país para país, e é aí que mora o perigo, como há perigo em assumirmos posição!

ASSUMINDO POSIÇÃO AO NÃO VERMOS NADA DEMAIS

1 - No caso de pessoas estando com dúvidas e precisando ser direcionadas ou orientadas, o orientador precisa ter posição definida para não gerar mais dúvidas no orientado. Em sendo os casos de pecado ou crime, o orientador orientando de maneira equivocada, será coparticipante do pecado e do crime do orientado. A respeito disso, será muito bom darmos uma lida e analisarmos no texto de Romanos 2:5-9,12. O errar, ainda que seja por desconhecimento, não fará qualquer pessoa inocente diante do Senhor Deus, visto que a Palavra do Senhor está disponível para toda a raça humana. Ao afirmarmos que não vemos nada demais e em havendo, poderemos incentivar, desse modo, a pessoa a persistir no erro ou praticar o mesmo e com isso estamos angariando o juízo de Deus sobre nós, sobre a pessoa também e estamos exercendo o juízo sobre os que pensam de maneira contrária. Os que afirmam que não veem nada demais em atitudes que o Senhor Deus condena, geralmente são pessoas de ética frágil e relativa, de princípios morais bastante flexíveis e relativos. E em sendo a pessoa cristã, o seu testemunho é comprometedor, duvidoso e sem autoridade espiritual para com as pessoas em geral.

2 - Têm aquelas pessoas que não veem nada demais, em certas práticas duvidosas, não porque tem plena convicção e consciência que não há nenhum erro, mas porque “todo mundo faz”, portanto está certo! A convicção ou justificativa para fazer, está no pressuposto que todo mundo faz. A lógica é: Se todo mundo faz podemos fazer! Esse é o parâmetro para muitos! Mas será que esse parâmetro serve realmente? Ou ainda porque falta um conhecimento dos ensinamentos da Palavra de Deus e uma experiência mais profunda com o Senhor Jesus?! Poderíamos chamar essa pessoa de “Maria vai com as outras”? Em muitos, casos na Bíblia, todo mundo estava fazendo e todo mundo pagou o preço e se ferrou porque todo mundo estava errado. É o caso dos que morreram no deserto indo para a terra prometida e a escravidão sob Babilônia.

3 - O nosso parâmetro do que é certo ou errado, do que pode ou não pode fazer e do que é permitido ou proibido, não é porque todo mundo faz e nem os parâmetros da sociedade, nem mesmo a nossa consciência ou porque somos sinceros no que fazemos, pois isso é muito perigoso e relativo! Diz a Palavra de Deus em I João 5:19, que o mundo está no maligno. Logo, o que todo mundo faz poderá ser prática maligna e não divina. Saulo de Tarso era religioso sincero, mas estava errado ao perseguir e permitir que os cristãos fossem mortos. Se o mundo está no maligno, isto é, fazendo a sua vontade, logo, a sociedade está condicionada a pensar, a comportar-se e agir de acordo com os parâmetros de Satanás. Daí depreende-se que fazer o que todo mundo faz, é perigoso para um cristão, visto que corre o risco de estar fazendo a vontade do Diabo e não a do Senhor Deus. Não pode ser também a consciência, porque ela tem muito a ver com a cultura e costumes na sociedade em que vivemos. Daí que a consciência também não é segura como parâmetro. O manual do cristão, portanto, não pode ser o que todo mundo faz, a história e o que a sociedade faz e tolera, nem a consciência, mas o nosso manual tem que ser a consciência cristã firmada na Palavra de Deus, pois o Apostolo Paulo diz em I Coríntios 2:16... "Mas nós temos a mente de Cristo". Mesmo assim poderá falhar, pois depende como compreende e interpreta a Palavra do Senhor. Assim sendo, temos que ter cuidado com os parâmetros, visto que a consciência sem a orientação da Bíblia, fica cauterizada, I Timóteo 4:2. Este texto na língua original, o grego, aponta para a mente ou a consciência que foi marcada como se marca o ferro. Para se marcar o ferro há todo um processo. A consciência cauterizada é a mesma coisa. É através do processo da convivência, com as coisas erradas, mentirosas e falsas, que são repetidas aos ouvidos até forma o juízo interno. Não é por acaso a insistência da TV brasileira, em divulgar o movimento LGBTI, DETONAR os princípios que devem nortear as famílias, DETONAR a autoridade dos pais e as autoridades do país que ainda tem autoridade. A TV defende ideologias e quer incuti-las no comportamento do povo brasileiro, e vem no decorrer do tempo, insistindo como sendo práticas normais, o que não são. O que a mídia considera normal é contrário aos ensinamentos do Senhor Deus.

BATENDO DE FRENTE COM O SENHOR POR NÃO VERMOS NADA DEMAIS

Os ensinamentos contrários aos do Senhor Deus, em sua Palavra, são martelados aos ouvidos, na mente e diante dos olhos das pessoas, pela mídia brasileira, com as devidas exceções, de algumas programações, até fazerem a mente insensível aos preceitos divinas e certos, tornando as mentes sensíveis ao erro ou as ideologias que querem fazê-las verdades e aceitas. A mente e a consciência que convivem por longos anos com os erros, com ideologias, com as mentiras, com a falsidade e com comportamentos inadequados, acostuma-se com a perversidade e a violência de tal maneira, que com o passar do tempo já não distingue mais o bem do mal, o certo do errado e o falso do verdadeiro, se pondo a serviço de Satanás, as vezes, e se doando a ele, daí Satanás tornando-se proprietário e condutor dessas mentes. Uma mente e consciência cauterizadas, elas são susceptíveis a hipocrisia e as mentiras.

HIPOCRISIA E MENTIRA TUDO À VER

Hipócrita é aquela pessoa fingida, que assume a personalidade falsa e torna-se ator, que no Novo Testamento é aquela pessoa que aceita o fraude moral ou religioso como sendo verdade. Já a mentira tem como característica enganar e ludibriar de maneira intencional, o que tem a ver com as verdades religiosas e divinas, distorcendo-as para benefícios próprios. Portanto, o não ver nada demais nas atitudes, comportamento e em afirmações, poderá estar distorcendo as verdades básicas que a sociedade necessita, levando-a a derrota moral, social, econômica e espiritual, portanto derrota total. A sociedade condicionada a pensar da forma secularizada e relativista, jamais descobrirá os seus erros de si mesmo.

QUANDO SE DESCOBRE O ERRO DE NÃO VER NADA DEMAIS?

Quando se tem um encontro real e pessoal como o Senhor Jesus Cristo. Usaremos o exemplo do Apóstolo Paulo, em que era muito sincero e de uma consciência religiosamente apurada, antes de sua conversão a Cristo, no caminho de Damasco, Atos 9. Apesar de sua consciência não o acusar de erro algum, por ser ele um religioso fervoroso, em perseguir e matar os cristãos, o que ele só descobriu que estava redondamente errado, quando encontrou o Senhor Jesus Cristo no caminho para Damasco e teve a sua vida regenerada e transformada. Só assim ele entendeu o quanto estava errado. Talvez ele tenha dito para as demais autoridades judaicas: “Não vejo nada de mais em perseguir e matar os cristãos”. Ele tinha orgulho de suas verdades religiosas, o que diz em Filipenses 3:4-9, todavia, ele considerou todas essas verdades religiosas que tinha, antes de conhecer a Jesus Cristo, como esterco, o que significa, na língua original, fezes. Portanto, a nossa consciência tem que ser condicionada pala Palavra de Deus e o encontro com o Senhor Jesus Cristo que nos capacita para entendermos as verdades, os princípios e os ensinamentos da Bíblia diante dos erros que sociedade aceita e defende. Do contrário não verá nada demais.

NÃO VEMOS NADA DEMAIS É AÍ QUE MORA O PERIGO

Não ver nada demais, em certas cousas que pensamos, fazemos ou deixamos de fazer, pode ser perigoso e traz consequências de acordo com o que segue:

1 – Foi o que aconteceu no Jardim do Éden, Gen. 3. Adão e Eva não viram nada demais em desobedecerem a ordem do Senhor. Em outras palavras, o Diabo disse a Eva: Não vejo nada de mais, em você comer do fruto que o Senhor Deus proibiu, e em comendo será igual a Ele. Eva deve ter pensado: Não vejo nada demais em comer, ser igual a Deus e comeu, Gênesis 3:6. O não vejo nada demais de Eva e Adão, deu no que deu, morreram espiritualmente e morreram anos depois fisicamente. E toda a raça humana fez-se pecadora, adoecendo, morrendo e infeliz, mas esse não era o plano do Senhor para o ser humano. O plano de Deus era e é que sejamos felizes e salvos eternamente.

2 – A sociedade de Sodoma e Gomorra, não via nada demais na prática da violência brutal, na depravação sexual de homens com homens. Mulheres com mulheres. Com o movimento LGBTI da antiguidade. O homossexualismo, a prostituição e a relação sexual de homens com animais, Gênesis 19:5-13. E no que deu? Deu-se que as duas cidades foram destruídas e varridas do mapa do mundo de então, e em seus lugares lá está o Mar Morto como testemunho da ação e do juízo de Deus, reprovando tais atitudes que aceitavam como não vendo nada demais tais práticas!

3 – O Rei Davi não viu nada demais em ver a mulher de Urias peladona, tomando banho no terraço de sua casa. Que mulher descuidada e que rei mulherengo! O rei viu Bate-Seba, cobiçou-a, mandou busca-la, adulterou com ela e mandou matar o seu marido para encobrir o seu pecado, sua imoralidade e seu crime. Ele não viu nada demais em fazer isso! E no que deu? Viu Deus reprovando e avisando o que aconteceria futuramente em sua casa, o que de fato aconteceu. Sua filha, Tamar, violentada sexualmente pelo próprio meio irmão, Amnon. Amnon não via nada demais em estuprar a própria meia irmã. O rei viu a violência dentro de sua casa, em que o seu filho, Absalão, matou o irmão, Amnon. Absalão não viu nada demais em matar seu irmão, afinal, estava em defesa da honra de sua irmã. Davi viu o filho, Absalão, relacionando-se sexualmente com as concubinas do pai. Absalão não via nada demais em desrespeitar ao pai em tal prática. Viu o filho, Absalão, quase tomando o poder e o reino e querendo matar o pai. Absalão não via nada demais em fazer tudo isso, II Samuel a partir do capitulo 11.

4 – O rei Salomão não via nada demais em colocar, um altar para cada ídolo, imagens e deuses, alguns dentro do templo construído por ele ao Deus todo Poderoso, para agradar suas 700 mulheres e 300 concubinas, I Reis 11:3-4, 7-8. Vejamos no que deu. O povo já sendo inclinado para a idolatria, com o não vendo nada demais de Salomão, o Templo do Senhor, as casas, os montes e a nação de Israel ficaram empesteados de deuses afrontando o Senhor criador dos Céus e terra.

5 – De igual modo, o povo judeu não via nada demais em abandonar, o único Deus de seus pais, em abraçar o culto aos deuses e até oferecer os filhos aos ídolos, II Reis 21:6. Em escravizar os compatriotas, ser injusto para com os irmãos de pátria e explorá-los financeiramente, perverter as famílias casando com estrangeiros e aí deu no que deu... Só setenta anos de escravidão sob Babilônia. Trazendo esse princípio para a nossa realidade, os políticos brasileiros não veem nada demais em ganhar uma porcentagemzinha nas obras superfaturadas! Em pedirem um dinheirama para as empresas, indústrias e empreiteiras para suas campanhas eleitorais e ficarem comprometidos, moralmente com os empresários! No que deu? Deu-se em investigações, a “Lava Jato”, processos, condenações e em prisões, se é que ficarão presos realmente. E você e eu enojados com tudo isso, pagando a conta e o país sem dinheiro para educação, saúde, segurança e desenvolvimento da economia!

6 – Os motoristas brasileiros não veem nada demais em beberem uma cervejinha, uma caipirinha e dirigirem os seus carros, matando quarenta mil pessoas em acidentes por ano, em que muitos ficam sem seus progenitores, sustento e outros aleijados e improdutivos. Dados atualizados em 19 JUN 2018. Autoria: Terra, Disponível em: https://www.terra.com.br/noticias/brasil/cidades/apos-dez-anos-de-lei-seca-mortes-no-transito-ainda-preocupam,bedbd3c3f05bc1e37d3f7e97d66675ebfkq2sy1u.html Acessado em: 09/06/2019.

7 – Os bandidos e traficantes, não veem nada demais em mandar bala nas quadrilhas rivais e nos policiais, em que só em 2018, até setembro, já eram mais de 115 policiais mortos no RJ. Fonte: https://noticias.band.uol.com.br/jornaldaband/videos/16532249/postos-de-saude-fazem-dia-d-de-imunizacao-no-sabado.html Acessado em: 01/09/2018. Por que? Por que as quadrilhas rivais e os policiais oferecem ameaças para os bandidos e para não atrapalharem os seus negócios espúrios mandam balas.

8 – Os maridos e ex-maridos, os amantes e ex-amantes, os namorados e ex-namorados, não veem nada demais em violentarem e matarem as mulheres que não concordam com o tratamento que recebem e não querem mais viver com brutamontes e monstros. São 12 mulheres mortas e 135 estupros por dia em nosso país, cousa absurda! Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/10/1931609-brasil-registrou-135-estupros-e-12-assassinatos-de-mulheres-por-dia-em-2016.shtml Acessado em: 01/09/2018.

Não ver nada demais nessa quantidade de mortes, em nosso país, é um absurdo! Não sei qual é a sua posição, a minha é que vejo demais nesses números absurdos das estatísticas. Não ver nada demais em muitos casos, é omitir-se e se acovardar diante de fatos inegáveis! É preciso redirecionar a maneira de pensar, de nosso povo, que não vê nada demais em tantas ações que contribuem, diretamente, para tantas mazelas entre o nosso povo.

Não ver nada demais no fato do jogador de futebol renomado, o Neymar Junior, pagar as passagens e as despesas de Najila, para que eles transassem em Paris, França, no mínimo carece de uma reflexão. É uma frase pequena, dita de maneira despretensiosa, por nós as vezes, sem pensarmos nas consequências, mas com a intensão e o objetivo, de esquivarmos de respostas embaraçosas e comprometedoras, diante de situações que não queremos ter posições que desagradem os ouvintes e os politicamente corretos, todavia de grandes revelações, como por exemplo o caso de Neymar Junior e a Najila Trindade que não viram nada de mais em ele pagar a passagem dela, do Brasil a Paris, para terem um "causo" em um hotel, naquela cidade da França. E não teria nada demais e passaria despercebido, se ela não tivesse precisando de grana, o que tudo indica, e se ela ficasse de bico calado. Mas como ele não quis pôr a grana na mão dela, ela abriu o bico, ainda que tem grandes possibilidades de estar mentindo, deu no que deu, um escândalo em que veio à tona a vida moral, particular e íntima dos dois. O jogo de interesse de ambas as partes e o que rola nos bastidores dos famosos e não famosos, o que esse caso nada mais é, do que um caso de prostituição entre tantos casos em meio aos famosos e não famosos. Os dois estão nessa pendenga, porque estavam envolvidos em atos em que, o Neymar comprara ou alugara a moral, o caráter, o corpo e o prazer, que a Najila podia proporcionar e oferecer a ele. Ele podia oferecer a Najila o que ela queria, não o prazer porque ele não estava atrás de prazer, mas do dinheiro que estava precisando. Esse é o contexto de toda a trama que não é explorada, colocada e esclarecida, de um modo geral, por aqueles que escrevem sobre tais fatos e a mídia. Por que? Por que alugar o corpo ou vender o prazer, que caracteriza prostituição, são apenas casos entre milhares de outros que são vistos de maneira tão normais. Tão naturais que passam despercebidos porque estamos envolvidos por essa cultura podre e que nada temos contra, que é prostituição e que, em geral, até saímos em defesa dos prostitutos, alegando que é uma profissão como engenheiro, médico e etc, isso porque queremos ser politicamente corretos para com os homens e tortuosos para com o Senhor Deus.

E OS MEMBROS DE IGREJAS QUE NÃO VEEM NADA DEMAIS?

Membros de igrejas que não veem nada demais, em prometer a Deus e ao mundo e não cumprirem. Nunca mais farei isso ou aquilo e volta a fazer sem nenhuma culpa ou remorso. Não veem nada demais em tomar uma cervejinha, uma cachacinha e uma caipirinha. Em pular uma cerca e adulterar. Em pular na festa da carne, o carnaval, e imitar as festas juninas dentro dos templos. É por isso que católicos e pentecostais, dizem que as igrejas em que seus membros acham que não há nada demais, fazer o que o mundo faz, são a mesma coisa que os católicos! Foi não vendo nada demais que milhares tomaram o primeiro gole e hoje são beberrões, viciados e dando muito, mais muito trabalho e tristeza para os familiares! Deram uma baforada no cigarro de tabaco, de maconha e hoje são viciados inveterados! Deram a primeira pitada em um cachimbo com a pedrinha de craque e estão andando pelas ruas como zumbis! Deram uma cheirada em um pó branquinho parecido com bicarbonato e hoje estão viciados em cocaína, matando, morrendo e desgraçando a vida de meio mundo! Não deixem que sua consciência, mente e coração enganem vocês, nem convença-os do que é errado como certo para vocês e para os outros. Perguntem, ao Senhor Jesus Cristo, se Ele faria o que fazemos, achando que não há nada demais e tente imaginar a resposta DELE! Enquanto os cristão não veem nada demais no que os ímpios fazem, querem fazer e estão fazendo iguais, o Diabo está deitando e rolando nas vidas, nas famílias e nas igrejas desses cristãos! Tem misericórdia Senhor!

AUTOR: Flavio da Cunha Guimarães

EMAIL Tem sugestão? Envie-nos por e-mail

BIBLIOGRAFIA:

1 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.

2 - JUNIOR, Luder Whitlock. Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.

3 - OLIVEIRA, Marcelo Ribeiro de. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere. 2014. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2014.

4 - RIENECKER, Fritz e Cleon Rogers. Chave Linguística do Novo Testamento Grego. Trad. De Gordon Chown e Júlio Paulo T. Zabatiero. 1985, Ed. Sociedade Religiosa Edições Vida Nova, São Paulo, 639 p.

5 - SCHOLZ, Vilson e Roberto G. Bratcher. Novo Testamento Interlinear Grego – Português. 1ª Edição. Barueri, SBB, 2008, 979 p.

6 - SHEDD, Russell Philip. Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. São Paulo, 1978, A T 929 p.

7 - TAYLOR, William Carey. Introdução ao Estudo do Novo Testamento Grego: Dicionário. 6ª Edição. Rio de Janeiro, JUERP, 1980, 247 p.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...