BEM VINDO


Recados Online

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

QUE INDEPENDÊNCIA COMEMORAMOS?

        No último domingo, dia 07/09/2014, se comemorou a independência política do Brasil, como colônia de Portugal. O que não há nenhum motivo de orgulho para nós brasileiros, pois saímos das garras políticas de Portugal, há 192 anos, no entanto, estamos nas garras de um número grande de políticos sem escrúpulo, que são verdadeiros politiqueiros, que tem decepcionado, e muito, o povo brasileira, com velhas falsas promessas, que não passam de promessas, porque os problemas continuam os mesmos. Além de aprovarem leis que vão depenando cada vez mais os cidadãos desta pátria querida, com impostos cada vez mais altos e salários, principalmente dos aposentados, cada vez achatados, que por outro lado os salários dos políticos cada vez mais alto e somos nós quem pagamos. Além disso, vivemos uma tremenda escravidão nos mais variados tipos de pecados, uma crise moral tremenda, em todos os seguimentos de nossa sociedade, uma corrupção sem fim e uma economia à beira da falência. Nos orgulhar de que?
        Diante deste quadro, não sejamos tolos, inocentes de acreditarmos que os candidatos que aí estão darão jeito no país, pois não darão; não são os salvadores da pátria. Salvador da pátria só o Filho de Deus, o Sr Jesus Cristo, só Ele pode nos Libertar de todas as mazelas que estamos vivendo! Ele mesmo diz em (Jo. 8:36) “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”.
        Essa independência, sim, é para a eternidade. Livres e independentes da escravidão do pecado. Livres e independentes da escravidão de Satanás. Livres e independentes da morte eterna; livres e independentes da ignorância espiritual enquanto aqui vivermos. Livres e independentes da condenação eterna. Livres e independentes da escravidão do peso de consciência. Livres e independentes do medo. Livres e independentes para fazermos as nossas escolhas, ainda que somos responsáveis pelos resultados e consequências das mesmas.
        
        Se por um lado Jesus Cristo nos liberta verdadeiramente, por outro lado os que estão na foto impõem-nos um jugo tremendo.
        Em Jesus Cristo nós somos livres. “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”.
        Quem sabe você se interessa pelo blog: http://blograycosta.blogspot.com

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

"POR QUE A CIÊNCIA NÃO CONSEGUE ENTERRAR DEUS"


O Livro de John C. Lennox. Por que a Ciência Não Consegue Enterrar Deus. Editora: Mundo Cristão, São Caetano do Sul (SP), 320 p.

“Sinopse”

“O debate entre cristãos e ateus sempre teve como campo de batalha mais áspero o ambiente científico. Neste espaço dedicado à ciência e ao conhecimento, os fundamentalistas estão atacando. E, desta vez, não são os religiosos cristãos, mas os novos ateístas, que propagam o ateísmo como religião, com cânones, dogmas, líderes ungidos (Richard Dawkins é considerado um papa), normas de conduta e proselitismo.
Para dar aos cristãos embasamento científico suficiente para refutar os argumentos falaciosos com os quais os ateístas tentam esconder o fervor religioso e a parcialidade que nutrem contra as religiões, em especial a cristã, John C. Lennox escreveu este livro. Nele, o autor expõe como os ícones do movimento ateísta falham crassamente ao rejeitar o que mais alardeam: o debate honesto e racional sobre espiritualidade, fé e religião.
Discutindo temas complexos como os limites da ciência, biologia natural e biosfera, design intencional e a teoria da evolução, Lennox prova que, como cientistas, os ateístas não querem descobrir a verdade sobre a existência de Deus e ajuda o leitor a desmontar seus subterfúgios pseudocientíficos, misticismo e argumentação baseada em autoridade e mitos.

Por que a ciência não consegue enterrar Deus debate cosmovisões, cosmogonias, teoria da evolução, criacionismo, design inteligente, os limites da ciência e outros temas fundamentais para a correta análise de fé e razão”. Extraído literalmente de: http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/3694772/por-que-a-ciencia-nao-consegue-enterrar-deus, em 08/09/2014.

Você poderá se interessar pelo blog http://escolateologiashadai.blogspot.com, pois recomendo o mesmo.

domingo, 31 de agosto de 2014

QUEM VOCÊ É?

QUEM VOCÊ É?
PR CLÁUDIO DUARTE
https://www.youtube.com/watch?v=4a4Agduok1M
ASSISTA PARA A SUA EDIFICAÇÃO, POIS EDIFICOU E MUITO, A MINHA VIDA.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

CONVERSÃO VERDADEIRA!

        JER. 8:4-22
        PASSOS PARA A CONVERSÃO VERDADEIRA

        1 – O PRIMEIRO PASSO PARA A CONVERSÃO VERDADEIRA É: Pararmos de dar desculpas para nós mesmos e para o Senhor Deus, em relação as nossas falhas e pecados que cometemos de maneira consciente ou inconsciente e ainda perguntamos como o povo judeu perguntava, o que lemos no (V. 6): “Que fiz eu?”

        O problema está em achamos que não fazemos nada de errado. Que somos santos e Inocentes, que o Sr Deus aceita tudo, desde que feito com boa intenção e por amor. Quanto engano! O inferno está cheio de pessoas bem intencionadas! A Palavra do Senhor nos diz em (Rom. 3:23) “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Precisamos parar de querer inocentarmos a nós mesmos diante do Senhor Deus e de sua Palavra.

        O povo judeu estava vivendo uma vida pecaminosa, distante do Senhor Jeová, provocando a ira do Senhor Deus e ainda perguntava: “Que fiz eu?”
        É o que está acontecendo em nossos dias. Achamos que não há nada de errado conosco, em nosso viver. Que tudo está muito bem para com Deus. Que pecado é coisa da cabeça de pastores que querem controlar os seus fiéis. Enquanto alguns pensam assim, a sociedade está afundando de maneira galopante na imoralidade, nos vícios, nos crimes violentos e hediondo, na destruição das famílias e das vidas.
        Precisamos ter coragem para assumirmos a condição de que somos pecadores falhos, e como tais, estamos sem salvação, estamos perdidos. Portanto, precisamos da salvação que o Senhor Deus nos oferece gratuitamente em Jesus Cristo, bastando somente o crer e receber a Jesus Cristo pela fé em nosso coração, como nos diz (Jo. 1:12: e Ef. 2:8-9).
        A partir de hoje, paremos de dar desculpas para os nossos pecados, erros e defeitos de caráter. Entreguemos as nossas  vidas a Jesus Cristo e deixemos Ele mudar a nossa vida e o nosso viver. Este é o primeiro passo para a conversão.

        2 – O SEGUNDO PASSO PARA A CONVERSÃO VERDADEIRA É: Precisamos Reconhecer que somos pecadores, como os judeus reconheceriam mediante a disciplina e o juízo do Senhor Deus Pai sobre eles, como nos diz o (V. 14c) “pecamos contra o Senhor”.
        Quais eram os pecados dos judeus?
        Apostasia contínua, (V. 5). Teimosia em permanecer no erro, (V. 5). Seguir os desejos do coração e da carne. Serem maldosos de maneira deliberada, (V.6). Serem irracionais, (V.7). Afastamento dos ensinamentos do Senhor, (V.7). Serem pretensiosos, (V.8). Serem falsos, (V.10). Mentirem, (8:11, 9:3). Idolatria, (V.19). E Adultérios, (9:2).

        Pecados estes que levam a três resultados, como veremos a seguir:
        O Primeiro Resultado: Deus começa a exercer o seu juízo soberano sobre o povo enquanto o povo ainda vive.
        É o que lemos no (V.10), perderam suas mulheres. No V.14) diz: “pois já o Senhor nosso Deus nos destinou a perecer e nos deu a beber água de fel; porquanto pecamos contra o Senhor”.
        Água de fel significa sofrimento, o que de fato aconteceu ainda nos dias de Jeremias, pois foram massacrados e escravizados pelos babilônicos.
        Por outro lado, isso podia ser evitado, se o povo reconhecesse os pecados, confessando-os ao Senhor Deus Pai, pedindo perdão e assumindo o propósito de não pecar mais, que já é o segundo passo da conversão.

        3 - O TERCEIRO PASSO PARA A CONVERSÃO VERDADEIRA É: O Segundo Resultado: O reconhecimento do povo da sua incapacidade de resolver os seus próprios problemas criados por ele. O que vemos nos (V.11,15 e 18), esperavam a paz e não havia paz, mas sim terror. Não podiam consolar a própria tristeza. Tristeza chegar a esta conclusão, mas é preciso. Tem coisas que nós nem ninguém consegue resolver, mas só o Senhor Jesus Cristo. E é preciso resolver, pois a tristeza corrói, desfalece, enfraquece as forças de qualquer pessoa ou povo.
        No entanto, essa incapacidade de resolver os próprios problemas; a falta de paz; e a tristeza que enfraquecem qualquer pessoa, vão embora quando a conversão chega, pois com a conversão, chega em nossas vidas a presença do Senhor nosso Deus. E onde Deus está presente só há alegria, paz, felicidade, harmonia e consolo. E é isso que eu e você queremos para as nossas vidas e para os nossos familiares. Não é verdade?Aí está o terceiro passo para a conversão.

        O Terceiro Resultado: É a conversão, que é o único caminho para quem está no fundo do poço, sem saída.
        Conversão é tomar consciência da situação em que se encontra, reagir e buscar a ajuda do Senhor Deus para mudar a situação.
        O (V.4) diz: “Assim diz o Senhor: Porventura cairão e não se tornarão a levantar? Desviar-se-ão, e não voltarão?”
        O natural é que todos os que caem, querem levantar-se.
        Todos os que desviam-se a sua rota, tem que voltarem para a rota original, se não ficarão perdidos, a deriva e não chegarão a lugar algum. Voltar ao caminho original, isso se chama conversão.
        Não querer a conversão é um ato de estupidez.
        O que você fará esta leitura? Continuará vivendo uma vida de estupidez? Sem paz interior, sem felicidade, sem moral por viver uma vida pecaminosa, por caminhos perigosos que podem leva-lo a morte? Ou buscará a ajuda do Senhor para uma conversão verdadeira para a sua vida?
        Eu escolhi a conversão. Você faça a sua escolha. Mas saiba que eu e Deus queremos a sua conversão verdadeira para a sua salvação eterna e sua felicidade.
        Escolhe a salvação, pois o Senhor Jesus está com as mãos estendidas para você, para lhe salvar.

        Pr Flávio da Cunha Guimarães

Bibliografia
1 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com.
2 - MESQUITA, Antônio Neves de. Estudos nos Livros de Jeremias e Lamentações de Jeremias. Rio de Janeiro, Editora JUERP, 1979, 262 p. p. 60-62.




sábado, 9 de agosto de 2014

PARA OS PAIS

PARABÉNS PARA OS PAIS QUE TEM NOS DADO A HONRA DE VISITAR ESTE BLOG, QUE O SENHOR DEUS OS ABENÇOEM NESSA TAREFA MARAVILHOSA, DE SER PAI. UM ABRAÇÃO EM CRISTO JESUS.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

DINHEIRO: BÊNÇÃO OU MALDIÇÃO?

Depende de como lidamos com ele. Se ele é o senhor de nossas vidas, se vivemos em função dele, será maldição, como nos diz a Palavra do Senhor em (I Tim. 6:10) "Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores"; bem como em (Ecles. 5:10) "Quem amar o dinheiro jamais dele se fartará; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isto é vaidade".
Será bênção quando ganhá-lo de maneira correta; gastá-lo de maneira inteligente; e honrar o Criador consagrando a Ele cem por cento do que Ele nos dá.


AMIGO, AMIGO!


segunda-feira, 4 de agosto de 2014

PROFECIA DOS ANOS 70

Profecia dos anos 70 está se cumprindo em nossos dias, mais de 40 anos depois. Se não abrir o link abaixo, copie e cole no Youtube, ouça com atenção, veja, leia e tire as suas conclusões.
https://www.youtube.com/watch?v=l_XykdNdbck
Pr Flávio da Cunha Guimarães

PODERÁ GOSTAR DESTE BLOG http://joyceadoradora.blogspot.com
Se não abrir o link, copie e cole-o na barra do Youtube.

sábado, 26 de julho de 2014

O AMOR DE DEUS TRANSCENDE CULTURAS!

        O texto está no livro de Jonas, no A T, (1:1-3) que diz: “E VEIO a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR".
        Extraída de: (https://www.google.com.br/search?q=IMAGEM+DE+PROFETA+DE+DEUS&newwindow=1&safe=active&rlz=1C1KMZB_enBR591BR591&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=MRnUU7zGObLisASKwYHoDw&ved=0CAYQ_AUoAQ&biw=1366&bih=667#newwindow=1&q=IMAGEM+DP+PROFETA+JONAS&safe=active&tbm=isch), Em 26/07/2014

        Jonas foi chamado pelo, o Senhor Deus, para ser o porta voz da mensagem do amor de Deus, que transcende as culturas para chegar aos ninivitas.
        Deus chamou, o profeta Jonas, para uma missão especial, ser a "boca de Deus", levando a mensagem do amor de Deus, a uma terra distante, 2.513,4 Km a um povo inimigo do povo de Israel, que era a Assíria, povo perverso, que ao ganhar uma guerra, tinha por costume crucificar os adversários vencidos.
        Apesar de toda essa maldade, crueldade do povo da Assíria, Deus queria salvar esse povo como ainda quer salvar qualquer povo, pessoas, ainda que sejam cruéis, ruins, violentas e tenham praticado maldade muito grande, pois o Senhor Deus não sente como nós sentimos; não pensa como nós pensamos. Deus ama a todos como criatura sua de maneira que o homem racional não compreende. Só entende o amor de Deus pela fé.
        Quando Deus quer agir, não há inimigo que resiste. Ou o inimigo se converte ao Senhor, muda de vida e passa a ser amigo do povo de Deus; ou sofre as consequências que o Senhor Deus traz, morre e deixa de ser inimigo do povo de Deus.
        De uma forma ou de outra, deixa de ser inimigo do povo de Deus e do Próprio Deus, (Oh, glória!). A escolha sempre é do ser humano como ele quer se tornar amigo do povo de Deus e do Próprio Deus ou inimigo do Senhor Deus e sofrer as consequências.

        Quando o Senhor Deus chama alguém para a salvação, para depois vocacioná-lo para uma missão especifica, Ele quer ser ouvido e atendido; em não o sendo, a pessoa passará pela situação em que Jonas passou. Situação esta, que a maioria de nós já conhecemos.
        O profeta pensou que poderia fugir de Deus, o que não conseguiu. Quanto engano! Ninguém consegue fugir de Deus!
        O Senhor Deus mandou-o para a cidade de Nínive, capital da Assíria, ele quis fugir para a cidade de Társis. Embarcou em um navio pensando que poderia fugir de Deus. Mas Deus o encontrou no navio e mudou a rota de sua vida.

        Há muita gente chamada pelo o Senhor Deus para a salvação. Você que está lendo este post, poderá ser uma destas pessoas. Deus quer mudar a rota, o destino de sua vida, como mudou a de Jonas. Todavia, essas pessoas estão tentando fugir de Deus, o que é impossível.
        Pessoas que estão dando desculpas para não se converterem. Para não fazerem parte do grupo dos que são discriminados pelo fato de serem crentes.

        As desculpas, entre tantas, são:

        PRIMEIRA DESCULPA: Eu já tenho uma religião. Ter uma religião não é desculpo para rejeitar a salvação que Deus oferece gratuitamente pelo seu grande amor! O país da Assíria, com sua capital, Nínive, tinha a sua religião que era o masdeísmo, com os deuses como Ormuz-Mazda e Arimã que viviam em uma luta do bem contra o mal. Da luz contra as trevas na mitologia deles.

        Apesar de ter os seus deuses, sua religião; por outro lado, os assírios, não conheciam o verdadeiro Deus criador de todas as coisas, muito menos tinham a salvação.
        Por isso se fazia necessário a ida de Jonas até Nínive para anunciar a verdadeira mensagem do Deus supremo; a verdadeira salvação que o Deus criador oferecia pela sua graça, misericórdia e grande amor. O que o Senhor Deus está oferecendo a nós nesta dia.

        A SEGUNDA DESCULPA: Se Deus quiser, Ele me salvará.
        Não é desculpa para não aceitar a salvação que o Senhor Jesus Cristo oferece gratuitamente.
        O Senhor Jesus quer nos salvar, como nos diz em (II Ped. 3:9) “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se”.

        “Se Deus quiser Ele nos salva”, não é desculpa, principalmente responsabilizando Deus pela nossa salvação! Ele quer salvar sempre, mas se nós não queremos ser salvos, como Ele nos salvará? Se não fizemos a porte que nos cabe, que é reconhecer que somos pecadores, como pecadores, estamos perdidos, como Ele nos salvará? Se não reconhecermos que precisamos arrepender dos nossos pecados, confessá-los ao Senhor Jesus Cristo, pedirmos perdão para que Ele nos perdoe e nos salve; como Ele nos salvará? De nada adianta Deus querer salvar. Deus respeita o nosso livre arbítrio.
        O texto de (II Ped. 3:9) é claro que a responsabilidade da nossa salvação está em nossas mãos, pois ela passa pelo arrependimento do ser humano de seus pecados, Deus não arrependerá por nós!
        Passa pelo o aceitar a mensagem da Palavra de Deus como verdade para a nossa vida. Deus não precisa aceitar nada! Ele é Soberano!
        Foi o que Jonas fez em Nínive, de acordo com (3:4-5) “E começou Jonas a entrar pela cidade caminho de um dia, e pregava, dizendo: Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertida. E os homens de Nínive creram em Deus; e proclamaram um jejum, e vestiram-se de saco, desde o maior até ao menor”.
        De acordo com este texto houve um arrependimento em massa, até mesmo do rei. É o que estamos precisando hoje.  Chega de desculpa, aceita a salvação em Jesus Cristo enquanto há tempo! Eu vou no arrebatamento, e você?
        Imagem extraída de: (https://www.google.com.br/search?q=IMAGEM+DE+PROFETA+DE+DEUS&newwindow=1&safe=active&rlz=1C1KMZB_enBR591BR591&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=MRnUU7zGObLisASKwYHoDw&ved=0CAYQ_AUoAQ&biw=1366&bih=667#newwindow=1&q=IMAGEM+DO+ARREBATAMENTO&safe=active&tbm=isch), Em 26/07/2014.

        PR FLAVIO DA CUNHA GUIMARÃES

BIBLIOGRAFIA:


1 - HARRIS, R. Laird; Gleason L. Archer Junior e Bruce K. Waltke. Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento. Tradução de Márcio Loureiro Redondo; Luiz A. T. Sayão e Carlos Osvaldo C. Pinto. 2008, Ed. Vida Nova, São Paulo, 1789 p, p. 235.
2 - Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.
3 - Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. 1978, São Paulo.
4 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.
5 - Bíblia de Promessas. Tradução João Ferreira de Almeida. RC. 2ª Edição, Co-edição JUERP e King's Cross Publicações, 2009.
6 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com

O INCOMPARÁVEL AMOR DE DEUS!

        Extraído de: https://www.google.com.br/search?q=IMAGEM+PARA+O+AMOR+DE+DEUS&newwindow=1&safe=active&rlz=1C1KMZB_enBR591BR591&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=0w7UU9-GDYjesASR7YDQDQ&ved=0CAYQ_AUoAQ&biw=1366&bih=667#imgdii=_, Em 26/07/2014.

        O amor de Deus não falha e é eterno, é o que nos diz a sua Palavra em (Jer. 31:3) “Há muito que o SENHOR me apareceu, dizendo: Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí”.
        Fique sabendo você, que o Senhor Deus lhe ama com um amor tão grande, mas tão grande, que Ele mesmo declara a você em (Jo. 3:16) assim: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

        Quem seria capaz de dar o único filho para provar o seu amor por alguém? Só o Sr nosso Deus. Pois Jesus Cristo veio a este mundo, morreu em uma cruz para nos salvar, como prova do grande amor de Deus pai por nós. Não se esqueça disso! Deus lhe ama muito, mas muito mesmo, um amor incomparável!



        PR FLÁVIO DA CUNHA GUIMARÃES

quinta-feira, 24 de julho de 2014

CONTENTAMENTO: SERÁ POSSÍVEL EM NOSSOS DIAS?

        O nosso texto está em (Fil. 4:11) “Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho”.
         Imagem Extraída de: https://www.google.com.br/search?q=Imagem+descontente&newwindow=1&safe=active&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=VNnJU7bOLbHnsASqsYHIDw&ved=0CAYQ_AUoAQ&biw=1366&bih=667#imgdii=_, E, 18/07/2014.
         Para conversarmos sobre contentamento, precisamos primeiro conversarmos sobre o descontentamento.
        Estamos vivendo o tempo de um descontentamento muito grande e generalizado.
        Descontentamento para com os governos e suas instituições que não resolvem os problemas que afligem a sociedade em geral. A cada eleição as novas promessas, se é que são novas, para os velhos problemas, esses, sim, são os mesmos. Obras superfaturadas e inacabados. Desvio de nosso dinheiro que pagamos os impostos altíssimos. Corrupção. Violência que piora cada vez mais. Aumento dos salários e a quantidade de políticos sem necessidade dos mesmos. Educação e Saúde de péssima qualidade. Reajuste de salário abaixo da inflação em que no decorrer dos anos vai diminuindo, minguando, principalmente para os aposentados. Aprovação de leis estapafúrdias, intencionais que estão detonando os bons costumes, a história, a tradições, os princípios éticos e morais, que tem contribuído para fazer da sociedade uma torre de Babel.
        Descontentamento para com a justiça injusta. Lenta. Demorada. Que cumpre Leis feitas pelo Congresso, entre outras estâncias; Leis frouxas, falhas, cheias de brechas que favorecem a bandidagem. Bandidos cheios de regalias nas prisões, com algumas exceções, enquanto o cidadão do bem, trabalhador sem regalias, sofrendo fiscalizações que até parecem perseguições.
        Descontentamento para com a falta de estrutura dentro das famílias. As famílias, com as devidas exceções, tornaram-se uma fábrica de pessoas de mal caráter, rebeldes, desobedientes, desonestas, bandidos, de comportamento imoral tremendo, em que tudo é válido e permitido, com raras exceções, por causa também da influência perniciosa da mídia tendenciosa incutindo comportamento moral que atenta contra os ensinamentos do Senhor.
        Descontentamento para consigo mesmo. Pessoas que não gostam de si. Não amam-se. Quando se olham no espelho de sua consciência; no espelho de seus sentimentos, há, não só descontentamento, como também a reprovação e vivem culpando a si mesmas. Se achando feias, cheias de defeitos, falhas, desamadas, que embaraçam os pensamentos, os sentimentos em que contribuem para viverem uma vida infeliz, de fracassos e derrotadas.
        Chega de passividade do povo brasileiro. Já passou da hora de o povo reagir. Colocar um basta em todo esse bordel público em que estamos vivendo a céu aberto.

        Até aqui conversamos de descontentamento. Agora queremos conversar sobre o contentamento. Como? De que maneira? O que contribui para o contentamento?

        EM PRIMEIRO LUGAR:
        Para a maioria, o contentamento é ter dinheiro, riquezas, fama, glamour, doutorado e posição social.
        Essa ideia é falsa, é puro engano. Quantas pessoas ricas, famosas que estão descontentes, infelizes por causa do alcoolismo? Das drogas? De doenças graves? De depressão? E mal relacionamento familiar!
        De imediato, já podemos perceber que a saúde, a família e a paz interior são mais importantes para que alguém esteja contente do que dinheiro, riquezas, fama, glamour, estudos e posição social.

        EM SEGUNDO LUGAR:
        Para que o Povo Brasileiro esteja contente, é preciso mudar muita coisa neste país, desde da estrutura política, Judiciária, a mentalidade, a educação que vem de família.
        Para mudar de verdade, de maneira radical, é preciso Fazer a Maior, a mais Importante Manifestação Democrática na História deste País! Dia 05 e 26 de outubro, de 2014, todos os cidadãos que votam, anularem os seus votos, já que não podemos deixar de votar. Não dá para entender uma democracia que não nos dá o direito de não votar se acharmos que nenhum candidato merece o nosso voto. Se somos obrigados a votar, isso não é democracia. Será o maior protesto pacifico deste país.
        Estou pensando seriamente em anular o meu voto em outubro. E convido você a estar pensando, analisando essa possibilidade.

             Imagem extraída de: https://www.google.com.br/search?q=imagem+de+urnas+eletronicas&newwindow=1&safe=active&rlz=1C1KMZB_enBR591BR591&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=u2DRU_acB4bksATXroC4AQ&ved=0CAYQ_AUoAQ&biw=1366&bih=667, Em 24/07/2014.

        Será que Deus está contente com tudo isso que está acontecendo em nosso país? Com certeza que não!
        Com todo esse descontentamento, o Senhor Deus está descontente também com a humanidade, porque o descontentamento do ser humano é consequência de seu afastamento de Deus. Por não conhecer o Sr.
        É o que lemos em (Is. 1:3) “O boi conhece o seu possuidor, e o jumento a manjedoura do seu dono; mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende”.
        Deus está descontente com uma parcela muito grande, de pessoas, pela falta de conhecimento que a mesma tem de Deus, que faz este ser humano sofrer, o que o Senhor Jeová não quer e não tem prazer no sofrimento de sua criatura, a sua imagem e semelhança.
         Imagem Extraída de : https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=2357926840808709595#editor/target=post;postID=1886829131512205578, Em 18/07/2014.
        A grande mudança radical que todos nós esperamos, só será possível, só acontecerá verdadeiramente, quando nascermos de novo como o Senhor Jesus Cristo ensinou a Nicodemos em (Jo. 3:7) [...] “Necessário vos é nascer de novo”.
        Como mudará uma sociedade, se não mudar a maneira de pensar, a mentalidade desta sociedade?
        Só é possível estarmos contentes quando aprendermos com o Senhor Jesus Cristo como o Apóstolo Paulo aprendeu. Com certeza não foi fácil para ele, mas aprendeu. Se ele aprendeu, nós também podemos aprender. Quero convidar você a conhecer melhor o Senhor Jesus Cristo para ser plenamente contente enquanto ainda há tempo.

        Vídeo do Senador e Pastor Magno Malta, acesse, veja, considere e divulgue.

        https://www.youtube.com/watch?v=87gx_L1l3eI

        Pr Flávio da Cunha Guimarães


        Bibliografia
1 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com

sexta-feira, 18 de julho de 2014

PAZ! QUANDO VAMOS DESFRUTAR DA VERDADEIRA PAZ?

         Imagem extraída de: https://www.google.com.br/search?q=IMAGEM+SOBRE+GUERRA&newwindow=1&safe=active&rlz=1C1KMZB_enBR591BR591&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=XqvJU63BCdHgsASuvIKwCA&ved=0CAYQ_AUoAQ&biw=1366&bih=624#imgdii=_, Em 18/07/2014
        O mundo está em guerra constante e declaradamente. Não só a guerra entre nações, povos com armas mortais, como os mísseis, como vemos em Israel e Palestinos; mas uma guerra sem mísseis; é a guerra de ideais bem claras. Querem impor novos costumes, nova moralidade, que na verdade é imoral, que chegam a baixar o nível das discussões, com ameaças e retaliações.
        Guerras de informações. Guerras de gangues para conquistarem territórios. Guerra de poder. Guerra no reino espiritual, entre as trevas que simbolizam o mal, Lúcifer, com a Luz, que simboliza o bem, o Senhor Jesus Cristo.
        Guerras dentro dos lares. Pais que sofrem com os filhos mal criados, rebeldes que querem viver as custas dos pais. Filhos que sofrem com pais sem juízo, violentos, dependentes dos vícios, que dão péssimo exemplo para os filhos.
        O mundo está debaixo de conflito constante. Uma guerra sem fim.
        O mundo precisa de paz. O mundo clama, grita, implora por paz!
        “Paz é mais do que a ausência de conflito; paz é a presença de Deus” na vida do ser humano, (Nosso Andar Diário, outubro a dezembro de 2012).
        Todavia, a paz verdadeira, completa só é possível para os que estão em Cristo, o que o Próprio Senhor Jesus Cristo disse em (Jo. 14:27) “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. Pense na verdadeira paz para a sua vida!

        Imagem extraída de: https://www.google.com.br/search?q=IMAGEM+SOBRE+A+PAZ&newwindow=1&safe=active&rlz=1C1KMZB_enBR591BR591&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=p6rJU-uVJ5HNsQTO0IKwDg&ved=0CAYQ_AUoAQ&biw=1366&bih=667, Em 18/07/2014.

        Pastor Flávio da Cunha Guimarães

sábado, 12 de julho de 2014

CRISE NA EDUCAÇÃO DAS FAMÍLIAS!

         Hoje me propus falar sobre a Crise na Educação das Famílias.


       Ao entrar em vigor o (ECA), o Estatuto da Criança e do Adolescente, através da Lei Nº 8. 069, de 13 de julho de 1990, a educação dentro das famílias que já vinha em decadência, piorou, despencou de vez, porque os pais que já atribuíam a educação dos filhos a babá, a TV, a creche, a escola, não colocando limites, piorou acentuadamente, porque os pais sentiram-se intimidados em corrigirem os filhos, que por natureza pecaminosa já tem a tendência natural de praticar o que é errado, o mal.


       Além do ECA, há outro fator que tem contribuído para a má educação dentro das famílias, que leva os pais a abrirem mão de suas prerrogativas em educar os filhos, que é a interferência demasiada do Governo, através do Estado, como Instituição no gerenciamento das famílias, como a Lei da palmada etc.

       Além do ECA e da interferência do Estado na educação da família, tem a influência com artilharia pesada, da Televisão há décadas detonando os princípios já enfraquecidos, com um nova moralidade, propagando a violência, o satanismo, a bruxaria, o ocultismo, o homossexualismo, o lesbianismo, os triângulos amorosos através de desenhos animados, filmes e novelas, como sendo um comportamento normal para a sociedade brasileira, o que está atingindo o alvo, pois os brasileiros estão incorporando tais ensinamentos em seu viver sem ao menos questionar as consequências de tais princípios.


       Assim sendo, a educação familiar deixou de existir na maior parte dos lares brasileiros, famílias estas que estão em crise total, conceitual e educacional, em plena decadência.


       Perderam os seus referenciais; os seus princípios; os seus limites; os seus valores; a sua cultura; os costumes que vieram de gerações a gerações.


       Querem exemplos? É raro, é raríssimo, ver em nossos dias, as famílias sentadas à mesa para a refeição, para agradecer, em oração a Deus, o alimento. O que os nossos antepassados faziam e era muito bom para a unidade da família.


       Só os pais falavam enquanto faziam a refeição. Os filhos só falavam quando perguntados ou quando dirigiam a palavra a eles.


       Hoje os filhos fazem birra à mesa; escolhem o que comer; evitam sentar à mesa para comerem junto com os pais.


       Os filhos quando saiam da mesa, pediam licença. Para dormir pediam a bênção dos pais.


       Havia respeito; havia amor; havia educação para com os pais e idosos.


       O tratamento era sim senhor(a). muito obrigado(a). Desculpe-me. Cumprimentavam-se: Bom dia, boa tarde, boa noite, bênção.


       A educação se aprendia em família. Havia limite para os filhos. Hora de chegarem em casa.


       Em nossos dias já não oram mais para agradecer ao Sr pela refeição.


       O tratamento aos pais é desrespeitoso. Os coroas; os velhos; o coro velho; os chatos; os atrasados; os ultrapassados; os antiquados.


       Os modernos estão afundados nas crises existenciais; afundados na imoralidade; afundados nos vícios, nas drogas que estão devastando a saúde, a vida dos usuários e das famílias.


       Mesmo afundados em tudo isso, os filhos exigem dos pais o que os pais não podem dar a eles. Filhos marmanjos vivendo na dependência, as custas dos pais. Filhos levantando 11, 12h do dia, quando os pais levantam 5, 6h da manhã para trabalharem.


       No passado, apesar da rigidez na educação familiar, surgiram os gênios como Shakespeare, Isaac Newton, Albert Einstein, Galileu Galilei, Ludwig Van Beethoven, Leonardo Da Vince, Wolfgang Amadeus Mozart, Machado de Assis e tantos outros... Hoje, com a educação moderna, com toda a tecnologia como Internet, Celulares Smartphone, TV Digital etc, tem-se fabricado, surgido gênios da criminalidade, do mal que aterrorizam a sociedade.


       Todo tipo de mal aumentou. Não há vagas em presídios para tantos criminosos; estão superlotados, abarrotados. Ainda há em torno de 192.611 mil condenados soltos porque não tem como prendê-los, pois não há vagas nas penitenciárias.


       A criminalidade aumentou em quantidade, em gênero com requinte de crueldade, estupro, pedofilia, além da corrupção em todos os escalões governamentais.


       O por que toda essa mazela? Famílias desorientadas? Sem rumo? Desmanteladas? O por que a sociedade virou uma grande babel?


       Além dos motivos já apresentados acima; a natureza pecaminosa do ser humano contribuir para este caos, as TVs, em geral, com suas telenovelas incentivam a bigamia, a traição, a mentira, o ser esperto é o que leva vantagem. A Mídia, de um modo geral, incentiva, impõem um império imoral como normal para a sociedade brasileira, com as devidas exceções, que perdeu a capacidade de raciocinar, de pensar, de questionar, de criticar e absorve todo o lixo que a Mídia impõem como verdade absoluta.


       A sociedade prefere aceitar como verdade absoluta o que a Mídia noticia e ensina, do que as verdades absolutas divinas na Palavra de Deus.


       Se você me pergunta se tem jeito? Eu lhe direi que sim.


       Em primeiro lugar, as famílias precisam ter consciência que como estão, não é normal.


       Em segundo lugar, precisam estar inconformadas com a situação em que estamos vivendo.


       Em terceiro lugar, precisam querer mudar a situação, a começar pela sua família, por você.


       Em quarto lugar, precisam buscar ajuda. A que vem de Deus para uma mudança radical dos valores, dos princípios, da educação. Voltar ao passado para buscar o que foi deixado, o que jamais poderia se perder na família, o amor, a fidelidade, o respeito e os limites para cada pessoa dentro da família.

       Em quinto lugar, buscar a Deus de verdade com contrição e temor. Se fizer, podemos ter esperança de dias melhore para a família.

       Pr Flávio da Cunha Guimarães

       Bibliografia:


1 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com.

2 - CHAMPLIN, Russell Norman. Enciclopédia de Bíblia Teologia e Filosofia. Vol. II. Ed. Hagnos, 9ª Edição, 2008, São Paulo, 995 P, P. 680-683.

3 - http://www.jesussite.com.br/acervo.asp?Id=269, Pr Carlos Alberto Bezerra.

4 - Francisco Dias. Bom Dia. A degradação da família. Endereço eletrônico: http://www.jornalbomdia.com.br/colunistas/a-degradacao-da-familia, em 23/05/2013.

COMO AGRADECER?

Como agradecer ao Pai Celeste pelo dom da Vida? Além de ser uma dádiva de Deus, o mantê-la é a manifestação da misericórdia do Pai de amor. Basta alguns minutos sem oxigênio para a vida acabar, ser varrida no planeta. E isso não depende de nós, mas do Senhor que nos criou e nos sustenta.
Como agradecer a salvação pela graça? Não custou nada para nós, pois o Senhor Jesus pagou o grande preço que nós teríamos que pagar, com o seu sacrifício na cruz do calvário. Salvação esta que está ao alcance de todos os seres humanos, (1) bastando tão somente reconhecerem que é um pecador, e como pecadores estão ofendendo a santidade de Deus; desfigurando a imagem e semelhança em que fomos criados; estão perdidos indo para o sofrimento eterno. (2) Arrepender-se de seus pecados, não só os cometidos por ação, por omissão, Tia. 4:17, mas também o pecado original em que herdamos mediante a desobediência de Adão e Eva. (3) Confessá-los ao Senhor Jesus de coração, com sinceridade para obter o seu perdão; confissão é assumir o propósito de não praticar os mesmos pecados. (4) Crer no Senhor Jesus como o único que pode nos salvar, visto que foi o único que morreu crucificado para nos dar a remissão de nossos pecados, Jo. 14:6 e I Jo. 1:7. (5) Aceitá-lo pela fé como nosso salvador único, pois é o único intermediário entre Deus e os homens, entre os homens e Deus como nos diz Jo. 14:6 e I Tim. 2:5, ainda que há aqueles que querem colocar outros seres como intermediários, bem como outros meios de salvação, que a Bíblia nega outros além do Filho de Deus.
Como agradecer? A saúde, o alimento, o sol, a noite, o calor, o frio, a água, enfim, tudo que temos que trás o equilíbrio para a vida no planeta!
Como agradecer pela família que temos enquanto tantos outros não tem uma família?
Como agradecer as pessoas que Deus coloca diante de nós, as amizades que são tão salutares para o nosso viver?
Como agradecer a inteligência que Ele nos dá? Que faz do homem o ser vivente neste plano mais inteligente, capacitado e dotado de consciência!
A maior gratidão para com o Criador é querer viver na dependência dEle, reconhecer que a vida só tem sentido quando vivemos nEle, com Ele e para Ele; isso por livre e espontânea vontade. A Ele toda a honra, o louvor, a glória para todo e sempre, amém!
Pastor Flávio da Cunha Guimarães.