Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

fevereiro 24, 2014

RAZÕES PARA PERMANECERMOS FIRMES!

         RAZÕES PARA PERMANECERMOS FIRMES!

        (Heb. 10:35-39) “Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma”.

        RAZÕES PARA PERMANECERMOS FIRMES!
        O escritor da carta aos hebreus tinha como propósito encorajar os leitores, os seguidores de Cristo, que estavam passando por terríveis perseguições religiosas e políticas; desapropriações de seus bens materiais; sendo mortos por causa da fé no Senhor Jesus Cristo.
        O desafio era permanecerem crendo, firmes na caminhada com o Sr Jesus.
        Por quais razões eles deveriam permanecer firmes?

        1 – A PRIMEIRA RAZÃO: PORQUE TERIAM UMA GRANDE RECOMPENSA, UMA GRANDE RETRIBUIÇÃO; UM GRANDE GALARDÃO, (V. 35).
        Com um detalhe: A recompensa é destinada somente para aqueles que perseveram, mesmo diante das perseguições, dos sofrimentos que os ímpios impõem sobre os fiéis a Cristo.
        Recuar na fé; parar a caminhada com o Senhor Jesus Cristo era lançar fora a recompensa que estava por vir.
        Tem muita gente desistindo de seguir a Cristo par várias situações.

        A PRIMEIRA SITUAÇÃO: É que os prazeres que a sociedade oferece, com tanta facilidade, seduzem os desavisados, os despreparados que acabam desviando dos caminhos do Sr, apesar de pagarem um preço alto por isso.
        Daí não recebem a recompensa do Senhor Jesus Cristo.

        A SEGUNDA SITUAÇÃO: Expectativa equivocada, errada quanto a vida com o Sr Deus.
        Tem aqueles que vão para a igreja pensando que vão prosperar; que vão enriquecer; que serão abençoados sem nenhum esforço, sem nenhum problema; sem nenhuma provação, sem uma mudança de vida. Que não precisarão viver em fidelidade para com o Senhor Jesus Cristo.
        Pensam que pelo fato de estarem na igreja, já é o suficiente para receberem as bênçãos, querem sombra e água fresca.
        Estão enganados, equivocados. Quando vem a primeira provação desistem da Igreja; do Evangelho; do Senhor Jesus Cristo.

        O Senhor Jesus Cristo dá a prosperidade, sim. As bênçãos e o enriquecimento também; mas não para todos.
        Há muitos fiéis, que não enriquecem. E há muitos infiéis que enriquecidos. O que deixou o salmista do salmo 73 na Bíblia dos evangélicos, já na Bíblia católica é o Salmo 72, confuso, até que os seus olhos foram abertos pelo o Sr Deus, para ver o final dos infiéis a Deus, que seria um final trágico, de sofrimento e de tormento.
        Para sermos abençoados, prosperarmos, enriquecermos precisamos ser fiéis.
        Somos nós fiéis verdadeiramente ao Senhor?

        A TERCEIRA SITUAÇÃO: Aqueles que desistem da bênção quando a mesma está próxima.
        Sofrem, esperam, oram quando a bênção está a caminho, desistem, abandonam tudo e descambam moralmente.
        O significado no grego, do (V.35), o Sr está proibindo o desistir. Pelo contrário, o Sr quer que sejamos ousados, confiantes, como o (3:6) diz: “Mas Cristo, como Filho, sobre a sua pró-pria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até ao fim”.
        Para alcançar a grande recompensa; o galardão é preciso perseverar, ter fé, confiar até o fim.
        Só os que tem fé, os que confiam, os que perseveram alcançarão o Céu, a cidade celestial, a pátria de Deus.
        O galardão é a glorificação na salvação.
        É a participação em tudo o que o Senhor Jesus Cristo tem e é. É sermos semelhantes a Cristo o quanto mais possível for.
        É fazermos o máximo do que Jesus Cristo fez. É sermos semelhante o máximo de Cristo e de sua natureza divina, (II Pe. 1:4) “Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo”.
        (Jo. 15:14) “Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando”.
        Jesus Cristo está mandando perseverar para alcançar o galardão.
        Você que já segue a Cristo, persevere. Você que ainda não é um seguidor de Cristo, seja para alcançar o galardão. Faça esse propósito para a sua vida agora.

        Pr Flávio da Cunha Guimarães

        Bibliografia:
1 - Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.
2 - Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. 1978, São Paulo.
3 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.
4 - Bíblia de Promessas. Tradução João Ferreira de Almeida. RC. 2ª Edição, Co-edição JUERP e King's Cross Publicações, 2009.
5 - RIENECKER, Fritz e Cleon Rogers. Cheve Linguistica do Novo Testamento Grego. Trad. De Gordon Chown e Júlio Paulo T. Zabatiero. 1985, Ed. Sociedade Religiosa Edições Vida Nova, São Paulo, 639 p.
6 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com
7 - CHAMPLIN, Russell Norman. O Novo Testamento Interpretado Versículo por Versículo. Vol. 5. Ed. Milenium, 1ª Edição, 2ª Impressão, 1980, São Paulo, 670 P, P. 613-615.
8 - HOBBS, Herschel H. A Missão do Cristianismo; Estudo da Carta aos Hebreus. 2ª Edição. Tradução do Rev. Waldemar W. Wey. Rio de Janeiro, JUERP, 1975, 169 P. P. 143-145.

fevereiro 21, 2014

A JUSTIÇA HUMANA ACHA-SE O "DEUS" DA TERRA!

A JUSTIÇA HUMANA ACHA-SE O "DEUS" DA TERRA!


             Hoje, 21/02/2014, recebemos um telefonema, por volta das 09:00h, pedindo que levássemos uma irmã ao foro de Pereira Barreto/SP, para estar às 10:30h, pois a Audiência estava marcada na intimação para às 11:00h. Pois bem, chegamos ao Fórum às 10:15h. Uma mulher, que desatento não olhamos o nome, mas deduzimos que era oficial de justiça, foi logo perguntado o que éramos da irmã em Cristo. Respondemos que estávamos acompanhando-a, pois ela é de idade e tem algumas limitações. A "oficial de justiça", se é oficial de justiça, escreveu, a caneta, o nosso nome ao lado do nome da irmã que levamos. Olhando rápido a relação dos intimados, a irmã estava entre os seis primeiros, no máximo entre os oito. Isso para uma pauta cheia de uma folha de papel ofício. Chama-se pessoas! Chegam-se pessoas! Saem pessoas! A hora passa...  e 12:15h vem o comunicado que às audiências foram suspensas para retornarem às 13:15h, isso porque a audiência estava marcada para as 11:00h. O que só recomeçou às 13:35h. Questionando o porque de tanta demora, fomos informados, por advogados que também esperavam, que a audiência estava acontecendo conjuntamente com os representantes de Conselho Tutelar, Psicólogos, Assistentes Sociais, etc, e que, todas as audiências haviam sido marcadas para às 11:00h.

             Por volta das 14:10h, questionamos a mesma "oficial de justiça" o porque de tanta demora e o porque não intimou a irmã para um horário mais tarde, pois, ali estávamos, desde às 10:15h e sem almoçarmos, visto que não dava tempo de irmos em casa, fazermos almoço e chegarmos no horário! A resposto foi que a agenda dependia do juiz. Continuamos a perguntar o porque de uma agenda tão desorganizada e não estava levando em consideração o tempo que a irmã estava esperando sendo ela idosa! Daí o "oficial de justiça" nos respondeu, já de maneira ásperas, que precisávamos falar com o juiz, o que lhe dissemos que se necessário fosse, marcaríamos uma audiência e falaríamos como cidadão sobre o atendimento tão demorado.

             É aí que vamos entender o porque A JUSTIÇA ACHA-SE O "DEUS" DA TERRA!
A irmã que levamos tem 73 anos, tem sérios problemas de saúde, inclusive de joelhos, foi obrigada a subir uma escada do térreo para o primeiro andar, pois não tem rampa, nem elevador. A mesma justiça que obriga a construir rampas, elevadores e rebaixamento em calçadas pela cidade, para os portadores de necessidades especiais, não constrói rampa nem elevador para os mesmos terem acesso a uma audiência! Escada essa que a irmã teria que descer, subir depois e tornar desce-la ao término da audiência. Para não fazer todo esse sacrifício, ficou na sala de espera, desde às 10:15 até 14:45h para apenas responder umas duas perguntas e assinar um termo de concorda.
            A justiça que faz cumprir as leis descumpriu a lei, que é o Estatuto do Idoso. Além disso, parece-nos que por retalhação de nosso questionamento, a irmão foi a última a ser atendida, conforme horário acima. Porque questionamos a "oficial de justiça", (QUE NA VERDADE NÃO É TÃO JUSTA ASSIM), uma agenda que não levou em consideração o cidadão, a idade da pessoa, suas necessidades especiais, o estar até aquela hora sem almoço e outros compromissos que temos! Ela simplesmente nos dedurou, para outro elemento que não sabemos quem é, que saiu à sala de espera para solicitar a nossa saída da sala de espera, porque não podem ser questionados em seus atos, pois acham-se soberanos, deuses na terra.

            Os caras se acham deuses, porque estão revestidos de um pseudo poder, como disse o Senhor Jesus a Pilatos em (Jo. 19:11) "Respondeu Jesus: Nenhum poder terias contra mim, se de cima não te fosse dado; [...]", de intimar na hora que quer, atender quando quiser, e solicitar a saída do recinto porque acham-se inquestionáveis, intocáveis, acima de nossos direitos, acima do bem e do mal. Isso porque são os nossos empregados, pois recebem os seus salários dos impostos que pagamos. Paciência tem limite, você não acha? Pode copiar, compartilhar, não tem direitos autorais.

            Pr Flávio da Cunha Guimarães.

Imagem extraída de: https://www.google.com.br/search?q=imagem+paci%C3%AAncia+esgotada&rlz=1C2KMZB_enBR563BR563&tbm=isch&imgil=E5_8lZ8mur7LkM%253A%253Bhttps%253A%252F%252Fencrypted-tbn0.gstatic.com%252Fimages%253Fq%253Dtbn%253AANd9GcRbtdZMrsJJcn2trsBN3T6Lxbb6YuoXIgxzLCIlQHgw8BLWbXKAyQ%253B450%253B300%253BNWQGL83TWEWn3M%253Bhttp%25253A%25252F%25252Fwww.blogdarenata.com%25252F2012_05_07_archive.html&source=iu&usg=__NXmEWb7QHRUL25KW0m8F08E9exI%3D&sa=X&ei=6psHU7fmHqPksATi1oHIDQ&ved=0CDgQ9QEwBQ&biw=1366&bih=667#imgdii=_, Em 21/02/2014.





fevereiro 19, 2014

O QUE CONTRIBUI PARA QUE SE TENHA FORÇA PEQUENA?

        O QUE CONTRIBUI PARA QUE SE TENHA FORÇA PEQUENA?

        (Pv. 24:10) diz: “Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena”.
        O escritor sagrado não se refere a pequena força física, mas a força moral, o caráter, a autoridade adquirida pelo exemplo de vida.
        O que está cada vez mais raro, em nossos dias, encontrar pessoas com força moral, com caráter, com autoridade por viver uma vida exemplar, honesta e transparente.
        A sociedade está um tanto perdida em meio a uma avalanche de imoralidade, que tem contribuído para que fique sem rumo, sem direção, sem um exemplo qualificado para seguir.

        A sociedade está sendo convencida, que os exemplos a serem seguidos, são exatamente os que vivem à margem das leis, os que vivem contrários as leis, os delinquentes que acabam sendo considerados heróis, dependendo da delinquência ainda ganham muito dinheiro, vivem uma vida de aventura, principalmente para os juniores e adolescentes.
        É aí que está o grande perigo, a formação de gerações futuras que não tem noção, conhecimento do bem e do mal.
        Jesus Cristo que tem essa força moral, caráter, autoridade por viver uma vida exemplar, honesta e transparente, o herói de toda a história da humanidade; já não é mais ensinado nos lares, nas escolas, nas igrejas, na Mídia e muito menos na sociedade.
        Jesus Cristo é o herói que está faltando para ser o exemplo para a nossa sociedade.

        O QUE CONTRIBUI PARA QUE SE TENHA FORÇA PEQUENA CONFORME O TEXTO?       

        1 – EM PRIMEIRO LUGAR: SE TEM FORÇA PEQUENA POR CAUSA DA INVEJA.
        O (V.1) diz: “NÃO tenhas inveja dos homens malignos, nem desejes estar com eles”.
        Porque o Sr Deus está recomendando a não ter inveja [...] nem estar com eles?
        Porque isso há de contribuir para deformar o caráter do ser humano.
        O Apóstolo Paulo quase 1.000 anos após Salomão ter escrito (Pv. 24:1), recomenda em (I Cor. 15:33) “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes”.
        A inveja é prática de ímpio. Vejamos o que acontecerá com o ímpio nos (V.19-20): “Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos ímpios, Porque o homem maligno não terá galardão, e a lâmpada dos ímpios se apagará”.
        O alerta da Palavra de Deus é: banir de nossas vidas a inveja. Vamos fazer isso a partir de hoje!

        O QUE CONTRIBUI PARA QUE SE TENHA FORÇA PEQUENA CONFORME O TEXTO?

        2 – EM SEGUNDO LUGAR: SE TEM FORÇA PEQUENA POR CAUSA DA ANGÚSTIA.
        O (V. 10) é claro: “Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena”.
        O hebraico descreve a pessoa angustiada como tendo dor de parto.
        Dizem as mulheres que dão a luz que é uma dor tremenda, forte e grande.
        O hebraico dá a ideia que a pessoa angustiada se contorce, tem agonia, uma tristeza profunda, que pode ser mental por causa do remorso também, (Harris, P. 437-438).

        Como sabemos que estamos angustiados?
        Quando estamos agoniados. Com uma tristeza profunda. Em pânico. Com a sensação de estar só em meio as pessoas. Com a sensação de desamparo.
        É aí que entra a ação do Senhor Jesus Cristo em nossas vidas.
        Quando temos uma experiência com o Senhor, Ele arranca de dentro de nós a tristeza, ainda que ela seja grande. Arranca o pânico ainda que seja real. Não deixa-nos sentirmos só, pois Ele mesmo será companhia habitando em nós através do Espírito Santo. Não desampara nenhum de seus filhos.
        O Senhor Jesus Cristo nos promete em (Jo. 14:18) “Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós”.

        Os que aceitam o convite do Senhor Jesus Cristo, o que encontramos em (Mt. 11:28-30) “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”, não se sentem Só ou órfãos.
        Aceite Jesus Cristo como o seu salvador, indo a Ele reconhecendo que é pecador, e como pecador está sem salvação.
        Convide o Senhor Jesus Cristo para ajudar você na sua angústia. Ajudar você em sua agonia. Ajudar você em sua tristeza sem motivo. Ajudar você em seu pânico. Ajudar você que se sente desamparado(a) e órfão.
        Ele diz em (Mt. 28:20) “[...] e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém”.
        Faça esse convite ao Senhor Jesus enquanto ainda há tempo.
       Pr Flávio da Cunha Guimarães

Bibliografia:
1 - HARRIS, R. Laird; Gleason L. Archer Junior e Bruce K. Waltke. Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento. Tradução de Márcio Loureiro Redondo; Luiz A. T. Sayão e Carlos Osvaldo C. Pinto. 2008, Ed. Vida Nova, São Paulo, 1789 p, p. 235.
2 - Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.
3 - Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. 1978, São Paulo.
4 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.

5 - Bíblia de Promessas. Tradução João Ferreira de Almeida. RC. 2ª Edição, Co-edição JUERP e King's Cross Publicações, 2009.
6 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com

fevereiro 11, 2014

VIVENDO EM COMUNIDADE

A JUSTIÇA HUMANA ACHA-SE O "DEUS" DA TERRA!        


        Imagem extraída de: (https://www.google.com.br/search?q=VIVENDO+EM+COMUNIDADE&newwindow=1&tbm=isch&imgil=7gmGllZenWyirM%253A%253Bhttps%253A%252F%252Fencrypted-tbn2.gstatic.com%252Fimages%253Fq%253Dtbn%253AANd9GcTTz4Vvos7Of6v2Q6ePLHeR57-tDN4r06WzMnu7LtIh2tjgzR01Tg%253B570%253B150%253Bii9xD_syU7JSoM%253Bhttp%25253A%25252F%25252Fterapiabiografica.com.br%25252Fblog%25252F2007%25252F10%25252Fviver-em-comunidade%25252F&source=iu&usg=__5ijF2L2QDzxyTtX82t32mcbYauI%3D&sa=X&ei=hMX6Uq29BYnMsQSRm4GABA&ved=0CEgQ9QEwBQ&biw=1366&bih=664#facrc=_&imgdii=_&imgrc=7gmGllZenWyirM%253A%3Bii9xD_syU7JSoM%3Bhttp%253A%252F%252Fterapiabiografica.com.br%252Fblog%252Fwp-content%252Fuploads%252F2007%252F10%252Fcomunidade.jpg%3Bhttp%253A%252F%252Fterapiabiografica.com.br%252Fblog%252F2007%252F10%252Fviver-em-comunidade%252F%3B570%3B150), em 11/02/2014.

        O nosso texto a princípio está em (Rm. 12: 18) que diz: “Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens”.

        No post anterior terminamos a nossa meditação dizendo que o homem deve viver, não para si mesmo, mas para a glória do Senhor.
        Lemos (Ef. 1:4,6) “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fossemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor [...], Para louvor e glória da sua graça [...]”.
        Bem como (Ap. 4:11) “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas”.

        Neste post meditaremos:

        2 - EM SEGUNDO LUGAR QUE: Temos que ter #consciência que vivemos, não só para nós mesmos, mas para as pessoas em geral, a começar para a família, para o próximo, para a comunidade também.
        Muitos pensam que vivem só para elas, que estão só neste mundão. São tão #egoístas que pensam que Deus criou este universo imenso só para eles. Pensam da seguinte maneira: Não tenho que dar satisfação de minha vida a ninguém. Ninguém tem nada a ver com a minha vida. Até vemos esse tipo de mensagem pela internet.
        Será que ninguém tem a ver com as nossas vidas? Será que não temos nada a ver com a vida dos outros? Não temos nada a ver com os filhos? Com cônjuge? Com os pais? Com os netos? Com os tios? Com os sobrinho? Com o patrão? Com os empregados? Não temos que dar conta a Deus de nossos atos?

        Não era assim que os três grandes filósofos gregos: Aristóteles, Sócrates e Platão pensavam. No tempo deles já lutavam para conscientizar a sociedade que o ser humano não era realizado se sua comunidade não era bem sucedida. O que o Antigo Testamento relata também, no (Sal. 133:1) "OH! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união".
        O ser humano tinha que viver em função de sua comunidade para que ambos fossem bem sucedidos.
        O que o Senhor Jesus Cristo, séculos depois ratificou, confirmou, como vemos em seu próprio exemplo, quando diz em (Mar. 10:45) “Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos”.
        O que vemos hoje, é um individualismo, um exibicionismo que faz mal a sociedade, a comunidade, a família que é a base sólida da sociedade, da comunidade em que estamos inseridos, que vivemos; faz mal para a própria pessoa exibida, individualista, pois a tendência é de ser isolada, o que acaba fazendo com que seja agressiva ou violenta.

        Jesus Cristo diz em (Jo. 17:21,23) “Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste, [...] Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim”.
        Uma das provas que amamos uns aos outros é a unidade na comunidade. O que está faltando em nossas comunidades. Que os seres humanos vivam unidos em um só propósito, que é glorificar ao Senhor Deus, edificar, ajudar uns aos outros. Já temos esta consciência?

        3 – EM TERCEIRO LUGAR: QUE A IGREJA VIVA EM COMUNIDADE, O QUE A COMUNIDADE NÃO CONSEGUE VIVER.
        Você perguntaria, mas isso é possível? Sim! A igreja de Cristo, em seu início viveu essa unidade, foi essa comunidade, (Atos 2:44) “E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum”. Era tão perceptível essa comunidade, essa unidade que o escritor registrou o fato.
        Outra prova da unidade na comunidade: (Atos 4:32,34-35) “E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua pró-pria, mas todas as coisas lhes eram comuns [...], Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha”.
        Não estou ensinando que você tem que desfazer de seus bens materiais e doar para a sua igreja, ou para os pobres.
        Nos dias atuais, há tantos exploradores, vigaristas querendo viver as custas dos otários, que se dermos os nossos bens, estaremos sustentando malandros.
        Não é isso que os textos de Atos quer nos ensinar. Lá no início do Cristianismo, as pessoas eram deserdadas quando convertiam-se ao Cristianismo. Iam para a Igreja sem nada. Diante da unidade e das necessidades, os que tinham bens materiais, movidos pelo Espírito Santo, vendiam as suas propriedades e repartiam com os que não tinham. Era a verdadeira ação social dentro da Igreja de Cristo.
        Uma coisa podemos afirmar, é que falta muito para que a nossa sociedade, a nossa comunidade viva verdadeiramente em comunidade. Até mesmo as igrejas de nossos dias não estão vivendo em comunidade como é o propósito do Senhor. E do jeito que está, não dá para continuar, está muito longe de ser uma comunidade, muito menos social.

        O projeto de Deus, ao criar o homem, era que o mesmo vivesse em uma comunidade santa, unida, amável, cooperando mutuamente uns com os outros, o que não está acontecendo. Para que possa acontecer esta unidade, só o Senhor Jesus Cristo é capaz, pode restaurar a comunidade que o Senhor Deus planejou para o seu povo.

        Quero terminar, convidando você, a fazer essa decisão de viver em comunidade, a começar pela sua família, pela igreja do Senhor Jesus Cristo, até chegarmos a comunidade como um todo, que é a sociedade em geral. Faça este propósito para a sua vida. Amém!

        Pr Flávio da Cunha Guimarães

Bibliografia:
1 - Ev. Robson A. C. Olete Post "Viver em Comunidade"
2 - Anotações de sala de aula de Filosofia, FIU, Prof. Felipe.
3 - Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.
4 - Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. 1978, São Paulo.
5 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.
6 - Bíblia de Promessas. Tradução João Ferreira de Almeida. RC. 2ª Edição, Co-edição JUERP e King's Cross Publicações, 2009.
7 - RIENECKER, Fritz e Cleon Rogers. Cheve Linguistica do Novo Testamento Grego. Trad. De Gordon Chown e Júlio Paulo T. Zabatiero. 1985, Ed. Sociedade Religiosa Edições Vida Nova, São Paulo, 639 p.
8 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com

fevereiro 07, 2014

VIVENDO EM COMUNIDADE!

         VIVENDO EM COMUNIDADE!


        Imagem extraída de: (https://www.google.com.br/search?q=VIVENDO+EM+COMUNIDADE&newwindow=1&tbm=isch&imgil=7gmGllZenWyirM%253A%253Bhttps%253A%252F%252Fencrypted-tbn2.gstatic.com%252Fimages%253Fq%253Dtbn%253AANd9GcTTz4Vvos7Of6v2Q6ePLHeR57-tDN4r06WzMnu7LtIh2tjgzR01Tg%253B570%253B150%253Bii9xD_syU7JSoM%253Bhttp%25253A%25252F%25252Fterapiabiografica.com.br%25252Fblog%25252F2007%25252F10%25252Fviver-em-comunidade%25252F&source=iu&usg=__5ijF2L2QDzxyTtX82t32mcbYauI%3D&sa=X&ei=hMX6Uq29BYnMsQSRm4GABA&ved=0CEgQ9QEwBQ&biw=1366&bih=664#imgdii=_), em 11/02/2014,

        O nosso texto a princípio está em (Rom. 12:18) que diz: “Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens”.

        Quando Deus imaginou, projetou, planejou criar o ser humano, o que está em (Gen. 1:26), o que lemos: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”.
        Ele, Deus, convidou alguém para fazer com Ele a obra prima da criação. Não foi individualista, não fez sozinho.
         O Senhor Deus não criou o ser humano para viver desta forma em que estamos vendo todos os dias, #desintegrado, #individualista isolado, egoísta e consequentemente infeliz.
        Ao criar o homem, Ele estava pensando no relacionamento humano, a começar pela família, o que é essencial na formação do caráter, com relação ao estilo de vida ideal para vivermos em comunidade. Para que esta comunidade pudesse viver em plena paz e em harmonia.
         Infelizmente a paz, o diálogo, a boa convivência, a harmonia entre as pessoas, a começar pelas famílias e entre as pessoas em geral não anda bem.
        Há muita gente que não quer fazer o possível, como o texto recomenda acima, para viver em paz. Querem mesmo é confusão, a começar em família.
         Imagino o quanto o Senhor Deus está entristecido com toda essa violência sem justificativa, sem razão de ser.
        A única justificativa que podemos dar, não é a falta de conhecimento; não é a falta de estudo; não é a falta de educação; não é por causa da pobreza, pois até mesmo alguns doutorados, ricaços estão envolvidos com a violência.

        É o caso divulgado na última sexta feira, 31/01/2014, pela Globo, de um casal de jovens de classe média alta em Vitória ES, envolvidos com a bandidagem.
        A violência está diretamente ligada a falta de consciência, a falta de respeito para com a comunidade, para com o próximo.

        A única #justificativa para essa sociedade caótica, violenta, sem respeito para com a vida humana, é o pecado enraizado no coração da humanidade sem Deus.
        É por isso que os projetos dos homens para a paz, para a segurança sempre falham; e vão falhar sempre, porque não incluem Deus em seus projetos. O Senhor Deus sempre fica descartado.
        Não incluiu uma mudança no caráter do ser humano. Uma mudança na educação em família. Pelo contrário, as autoridades estão interferindo demais na educação familiar. Limitando a correção, a disciplina em família. Nenhum projeto de paz dará certo quando o Senhor Deus fica de fora dele.

        Como podemos definir o viver em comunidade?

        De acordo com o (Dicionário Aurélio online), se define comunidade como sendo a “Qualidade ou estado do que é comum; comunhão [...]; Concordância, conformidade, identidade [...]; Posse, obrigação ou direito em comum [...]; Qualquer grupo social cujos membros habitam uma região determinada, têm um mesmo governo e estão irmanados por uma mesma herança cultural e histórica, [...]; Grupo de pessoas que comungam uma mesma crença ou ideal”.
        Diante desta definição, concluímos, pois, que não estamos vivendo em comunidade. Estamos vivendo, sim, em desarmonia, discordância.
         Explico! A nossa sociedade virou uma torre de #Babel, terra sem lei.

        O sentimento humanista materialista, o desejo de fazer sucesso, de se dar bem, de ser famoso(a) tem cegado as pessoas; as pessoas estão cada vez mais sem sentimentos de cordialidade, sem delicadeza, sem pensar em ser bênção na vida de outrem. Só pensam em si mesmos. Em levar vantagem em tudo.
         Estamos vivendo em uma comunidade individualista, ego centrista, com raras exceções, as pessoas passam por cima de pessoas caídas na rua e nem perguntam se precisa de ajuda!
        Som alto até de madrugada sem se importar se o vizinho está doente, se acordará cedo para trabalhar ou se vai cedo para a sua igreja.
         Lixo jogado na rua, nos terrenos baldios que pode virar um reservatório de água para se criar o mosquito da dengue e contaminar tantas pessoas, ou matar; além de atrair animais peçonhentos e piorar as enchentes.
        Falta consciência, falta educação que vem de berço, que vivemos, não para nós mesmos, mas para a comunidade também. Comunidade esta sem paz, sem alegria, sem segurança.
         Para piorar a situação, a igreja do Senhor Jesus Cristo, que foi criada para ser o modelo para o mundo como viver em comunidade, o que faz no início do Cristianismo, o que lemos no início do livro de Atos, ela hoje está contaminada pelo humanismo consumista, e infelizmente ao invés de ser luz, ela está se moldando a este mundo mal, de trevas. Ela está falhando em sua missão.

        O projeto de Deus para a comunidade que é formada de seres humanos:

         1 - EM PRIMEIRO LUGAR É QUE: O homem viva, não para si mesmo, mas para a glória do Senhor.
        Em (Ef. 1:4,6) lemos: “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fossemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor [...], Para louvor e glória da sua graça [...]”.
        Em (Ap. 4:11) diz: “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas”. Glorifique ao Senhor Jesus Cristo enquanto ainda pode fazer isso, amém!

        Pr Flávio da Cunha Guimarães

Bibliografia
1 - Ev. Robson A. C. Olete Post "Viver em Comunidade"
2 - Dicionário Aurélio Online
3 - Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri. Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999, 1728 p.
4 - Bíblia Vida Nova. Traduzida por João Ferreira de Almeida. Editora: S. R. Edições Vida Nova, 2ª Ed. 1978, São Paulo.
5 - BOYER, Orlando S. Pequena Enciclopédia Bíblica. 7ª Ed. Editora Vida, Miami Flórida USA, 665 p.
6 - Bíblia de Promessas. Tradução João Ferreira de Almeida. RC. 2ª Edição, Co-edição JUERP e King's Cross Publicações, 2009.
7 - RIENECKER, Fritz e Cleon Rogers. Cheve Linguistica do Novo Testamento Grego. Trad. De Gordon Chown e Júlio Paulo T. Zabatiero. 1985, Ed. Sociedade Religiosa Edições Vida Nova, São Paulo, 639 p.
8 - Marcelo Ribeiro de Oliveira. Bíblia Sagrada Versão Digital 6.7 Freewere, marcelo@blasterbit.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

FALE CONOSCO

Nome:


Email:


Assunto:


Mensagem:


PAZ VERDADEIRA SÓ EM JESUS! Jo. 14:27 "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou..."


VISITAS POR NAÇÕES